Publicidade

Publicidade

Arquivo de fevereiro, 2009

27/02/2009 - 18:40

PRUDENTE SE PREPARA PARA O CLÁSSICO

Compartilhe: Twitter

A prefeitura de Presidente Prudente espera até 20 mil pessoas para o treino do Corinthians neste sábado e já vai fazer deste evento o teste para o clássico do domingo que vem, dia 08/03, contra o Palmeiras.

Juntos com os companheiros Cláudio Zaidan e Frank Fortes, conversei na Rádio Bandeirantes com Alfredo Penha, secretário de obras de Presidente Prudente e responsável por eventos no estádio Eduardo José Farah, o Prudentão. “Serão pelo menos 150 funcionários do município, podendo chegar a 300, e o efetivo policial terá aproximadamente 100 homens”, diz Penha.

O estádio, mantido somente com dinheiro público, foi reformado para receber grandes eventos. “Não existem recursos externos ou parcerias. Estamos tentando alguma coisa para viabilizar o placar eletrônico.” A capacidade de 53 mil torcedores foi reduzida para 46 mil para o clássico.

O secretário Alfredo Penha não esconde certe decepção com a movimentação para Corinthians 2×0 Noroeste. “No jogo de quarta, sinceramente, devido ao carnaval e ao fato de o comércio da cidade não ter funcionado na segunda, não tivemos grande impacto no comércio, apenas na hotelaria. Para o clássico, praticamente todas as instalações hoteleiras para a cidade estão tomadas. Na parte comercial, quem ganhou muito foram os restaurantes, bares, lanchonetes e lojas de material esportivo. A prefeitura quer mostrar as condições que a cidade oferece como ponto bem localizado entre Paraná e Mato Grosso para conseguir outros investimentos.”

Penha afirma que a prefeitura apenas isentou os clubes do aluguel do estádio e trabalhou com empresários locais para que eles patrocinassem a estadia das duas equipes. Quanto ao gramado, que foi alvo de reclamações de alguns corintianos por estar alto, ele se defende. “Quando fizemos a poda da grama pedimos que a supervisão do Corinthians verificasse se estava a contento e tivemos confirmação. Tivemos um período de chuvas que pode ter deixado o campo um pouco fofo. Não há drenagem ou gramado que suporte tanta água como o que tem caído ultimamente.”

Autor: - Categoria(s): Estaduais Tags: , , , ,
26/02/2009 - 00:46

QUARTA-FEIRA

Compartilhe: Twitter

O dia foi uma maravilha para quem gosta de futebol. Vou falar do que vi, começando pela Liga dos Campeões. Bom jogo entre Chelsea e Juventus, na vitória do time inglês por 1×0. Não acho que o time inglês tenha resolvido jogar depois da saída de Felipão. Os últimos resultados poderiam ter sido obtidos com o treinador brasileiro no comando.

Grande desempenho do Liverpool na vitória sobre o Real Madrid, na Espanha, por 1×0. E excelente o resultado do Bayern de Munique em Portugal: goleada por 5×0 sobre o Sporting, vaga nas quartas garantida e um pouco de sossego para o técnico Jürgen Klinsmann.

No Paulistão, valeu a pena ver os 90 e poucos minutos de São Caetano 3×4 Palmeiras. A bola não parou. Emoção o tempo todo. Foram alguns erros e muitos acertos dos dois lados. Até pela superioridade técnica, o Palmeiras mereceu a vitória e poderia ter feito uns oito se não fosse a boa atuação do goleiro Luiz. Depois de levar 2×0 em menos dez minutos, os palmeirenses mostraram força para reagir. Apesar da derrota, o time do ABC mostrou ser bem montado pelo técnico Vadão e tem tudo para terminar a primeira fase na parte de cima da tabela, entre os 10 melhores.

A quarta-feira foi uma pena para os brasileiros na Libertadores. O Cruzeiro tentou cozinhar o jogo com a vantagem de 1×0 e a expulsão de Wellington Paulista ao final do primeiro tempo, mas foi castigado nos acréscimos e perdeu dois pontos com o empate por 1×1. O Grêmio perdeu gols demais e acabou o dia lamentando o 0x0 com a Universidad de Chile.

Autor: - Categoria(s): Estaduais, Futebol europeu, Libertadores Tags: , , , , , , , ,
24/02/2009 - 20:00

GOLEIROS DO BRASIL

Compartilhe: Twitter

Os primeiros quatro jogos de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa (Atlético de Madrid 2×2 Porto, Lyon 1×1 Barcelona, Arsenal 1×0 Roma, Inter 0x0 Manchester United) tiveram um golaço de Juninho Pernambucano e outros destaques brasileiros debaixo das traves.

Hélton levou um baita frango, mas foi consolado por companheiros quando o Porto arrancou o bom empate fora de casa contra o Atlético. Já Júlio César teve mais uma atuação impecável e foi decisivo no empate da Inter com o Manchester United.

O ex-goleiro do Flamengo vive a melhor fase da carreira. Muito seguro e experiente, Júlio briga hoje pela condição de melhor goleiro do mundo, status que Marcos, Dida e Rogério Ceni atingiram nos últimos anos. E para o futuro o Brasil tem Renan, do Valencia, Diego Alves, do Almería, e Diego Cavalieri, do Liverpool. A posição está garantida.

Autor: - Categoria(s): Futebol europeu, Seleção Tags: , , , ,
23/02/2009 - 17:37

A FUGA

Compartilhe: Twitter

Guillermo RingodeauxMais um grande atleta cubano abre mão da vida na ilha para virar um profissional. A notícia da fuga do bicampeão olímpico de boxe Guillermo Rigondeaux me pegou no meio do carnaval.  Logo me lembrei de uma conversa que tive há menos de um mês com o também pugilista cubano Erislandy Lara, que desertou com Rigondeaux durante o Pan do Rio, em 2007.

Lara vive hoje em Miami, onde treina diariamente para combates pelos quais já recebe um bom dinheiro. A grana, aliás, foi o motivo para os dois não ficassem no Brasil há um ano e meio. Não havia perspectiva de carreira por aqui e faltavam recursos para que eles chegassem à Europa e encontrassem empresários interessados no trabalho dos atletas.

O caminho de Lara e Rigondeaux foi o mesmo, a fuga pelo México. O primeiro a escapar diz manter contato eventual com a mãe e os filhos e justifica a saída de Cuba. “As coisas foram muito difíceis. Não podia seguir a carreira esportiva pois não seria bem visto.”

Sem emprego fixo, Lara não viu outra saída a não ser deixar a ilha caribenha. Campeão mundial amador da categoria meio-médio até 69 quilos em 2005, o boxeador admitiu ter arriscado a vida durante as 12 horas dentro de uma lancha, na viagem do litoral cubano até a costa mexicana. Antes de chegar aos Estados Unidos, o boxeador passou pela Alemanha, primeiro destino depois da fuga, em fevereiro do ano passado.

Erislandy Lara não pretende voltar a Cuba, mas planeja férias no Brasil assim que conseguir regularizar a sua documentação.

Em outras modalidades, o esporte cubano também tem perdido atletas importantes. Os resultados da delegação nos Jogos Olímpicos de Pequim já não foram tão bons quanto os de edições anteriores. Além da ausência de ídolos no país, jovens esportistas também passam a ver na fuga um caminho para o futuro. As consequências podem ser terríveis para o esporte cubano.

Autor: - Categoria(s): Jogos Olímpicos Tags: , , , ,
21/02/2009 - 22:20

QUANTO TEMPO DURA UMA SURPRESA?

Compartilhe: Twitter

Depois de nove jogos impecáveis, com nove vitórias, 18+7 gols marcados e ótimas atuações de Keirrison, Willians, Cleiton Xavier e Edmilson, o Palmeiras encarou uma semana de realidade dura com a derrota para LDU por 3×2 pela Libertadores e o empate por 2×2 com a Portuguesa pelo Paulistão, principalmente depois de abrir vantagem de 2×0.

O que aconteceu com o Palmeiras? Alguma coisa motiva preocupação neste momento? Além de algum cansaço que a viagem para Quito pode ter proporcionado, considero apenas que a surpresa já passou. A boa ideia que teve o técnico Vanderlei Luxemburgo ao montar um time rápido com destaques do Brasileirão do ano passado já não parece suficiente para superar adversários de níveis próximos em qualidade.

O impacto dos resultados será experiência importante para os jovens jogadores, que são maioria no grupo palmeirense. A hora é decisiva para o próximo passo que pode transformar o time de bom potencial em uma grande equipe.

Autor: - Categoria(s): Estaduais, Libertadores Tags: , , ,
20/02/2009 - 19:13

UMA PENA…

Compartilhe: Twitter

Vamos ficar sem Alex no futebol brasileiro. E não vai dar para vê-lo jogando na Rússia. Uma pena… é muita bola para pouca exposição. Um jogador que frenquentou convocações recentes da seleção brasileira pode até ver a participação na Copa ameaçada pela transferência para o Spartak Moscou.

Sei que Dunga e Jorginho procuram observar ou obter informações do maior número possível de brasileiros no exterior, mas a adaptação ao futebol russo não é das mais fáceis e pode não haver tempo hábil para o ex-meia do Internacional jogar o melhor futebol até o meio do ano que vem.

E cá entre nós, o valor divulgado até agora não é condizente com a importância do atleta. A diretoria do Inter, que fez muitos bons negócios nos últimos anos, sente os efeitos da crise mundial e se vê obrigada a negociar Alex por preço baixo para colocar as contas em ordem.

Autor: - Categoria(s): Seleção Tags: , , , ,
19/02/2009 - 02:13

AS ALTERNATIVAS DE MURICY

Compartilhe: Twitter

O técnico do São Paulo não esbravejou ao ser perguntado sobre a possibilidade de usar um trio de atacantes, Borges e Dagoberto abertos e Washington pelo meio, depois do empate por 1×1 com o Independiente Medellín, da Colômbia, pela Libertadores.

Muricy Ramalho não quer, no entanto, perder o poder de marcação. Outro problema é pensar em quem deve deixar o time. Se for o meia Hugo, o time pode ter reduzida a força na armação, com Hernanes sobrecarregado. Caso tire um dos zagueiros, o treinador muda a estrutura tática que vem funcionando desde o ano passado.

Outra opção é usar Junior César na ala-esquerda e contar com Jorge Wagner no meio-campo. Na direita, segue a encrenca do ano passado. Wagner Diniz ainda não se firmou e Zé Luis teve queda de rendimento em relação ao ano passado.

Autor: - Categoria(s): Libertadores, Sem categoria Tags: , ,
16/02/2009 - 02:29

O ÁRBITRO E AS IMAGENS

Compartilhe: Twitter

Sem entrar no mérito dos lances do clássico São Paulo 1×1 Corinthians, quero me ater à jogada que culminou com a expulsão do volante corintiano Túlio, ainda no primeiro tempo. A reclamação veemente do técnico Mano Menezes se deu, principalmente, pelo fato de, segundo ele, o árbitro José Henrique de Carvalho ter sido auxiliado por imagens para aplicar o cartão vermelho.

De acordo com os protestos, o assistente Ednilson Corona não teria levantado a bandeira no momento da confusão e a informação do soco de Túlio em André Dias teria sido passada pelo ponto eletrônico, o que vai contra a ideia de que as decisões dentro de campo devem ser frutos de observação e interpretação da arbitragem.

Por muitos anos, aceitei o discurso da isonomia como argumento para deixar a tecnologia fora do trabalho de aplicação das regras durante uma partida de futebol. Ou seja, não se pode permitir que as imagens sejam recurso para a arbitragem a não ser que todos os campeonatos de futebol tenham condições de contar com estrutura necessária para tal.

Acontece que os árbitros dos principais campeonatos do planeta vivem bombardeados por imagens que, frequentemente, comprovam erros, muitas vezes grosseiros. Por que não criar mecanismos, como os do tênis ou do futebol americano, para que os vídeos sejam usados dentro de campo? Algo como dois pedidos de revisão de lance por time a cada tempo.

Nem todas as quadras de tênis têm computadores para checar as linhas e nem todos os jogos de futebol americano possuem câmeras por todos os lados para dirimir dúvidas sobre um touchdown. Isonomia é utopia. E as mudanças podem ser benéficas para o calcanhar de Aquiles do futebol, a ainda amadora arbitragem.

Autor: - Categoria(s): Estaduais Tags: , , , , , , ,
16/02/2009 - 02:08

ITÁLIA

Compartilhe: Twitter

Incrível a tomada para cobranças de falta que está sendo usada nas transmissões de televisão do Campeonato Italiano em Milão. A cobertura do estádio Giuseppe Meazza / San Siro permite a instalação de equipamentos que, com o poder das lentes, colocam o espectador praticamente dentro do campo. Algo que lembra muito os atuais jogos de futebol nos videogames.

Dentro de campo, Pato confirmou a boa fase que só Dunga parece ignorar, mas não foi suficiente para garantir vítória ao Milan. Ou alguém imaginou que a lenta dupla de zaga Kaladze-Maldini conseguiria marcar o ótimo ataque Ibrahimovic-Adriano da Inter?

Autor: - Categoria(s): Futebol europeu Tags: , ,
13/02/2009 - 19:18

"NUNCA VI PRESSÃO IGUAL AO CHELSEA", DIZ BELLETTI

Compartilhe: Twitter

Juliano Belletti não chegou ao Chelsea por causa de Felipão. O brasileiro foi um pedido do português José Mourinho, que telefonou pessoalmente para o jogador para fazer a proposta. Campeão do mundo com a seleção brasileira e autor do gol do título da Liga dos Campeões pelo Barcelona, o lateral/volante de 32 anos é pura experiência.

Em entrevista ao companheiro Cláudio Zaidan, da Rádio Bandeirantes, Belletti contou detalhes sobre o trabalho de Felipão no Chelsea e sobre a demissão do brasileiro no time inglês. “O Chelsea é muita pressão, você tem que ganhar tudo, todos os jogos, todas as competições. Senão, troca mesmo. Até pelo fato de o time não ter conquistado nada no ano passado.”

O jogador, que teve passagens por Cruzeiro, São Paulo, Atlético-MG e Villareal/ESP, não acredita que o idioma tenha sido o maior problema de Luis Felipe Scolari na Inglaterra. “Felipão chegou se comunicando em inglês, dava preleções e trabalhos em inglês, mas claro que ele motiva muito os jogadores, falando sobre superação. Por experiência própria, estudei castelhano por quatro anos e não consigo expressar exatamente o que penso. Não sei se isso foi a causa de tudo, até porque os jogadores nunca reclamaram de não entender o que o treinador falava.”

Com a chegada do holandês Guus Hiddink, Belletti acredita na recuperação do time na temporada. “Ainda existe a esperança de brigar pelo título inglês. Liverpool e Aston Villa devem perder pontos. O maior adversário mesmo é o Manchester, que está acostumado a decisões e dificilmente perde pontos. Estou aqui há um ano e meio e conhecendo bem este grupo dá para dizer que a gente pode jogar melhor.”

Ouça um trecho da declaração de Beletti clicando aqui. A íntegra da entrevista vai ao ar neste sábado no Esporte Notícia Internacional, que começa às 14h30 na Rádio Bandeirantes (AM 840 e FM 90,9).

Autor: - Categoria(s): Futebol europeu Tags: , ,
Voltar ao topo