Publicidade

Publicidade

Arquivo de outubro, 2009

31/10/2009 - 12:09

HISTÓRIAS DAS COPAS 142

Compartilhe: Twitter

Martín e José Vantolrá formaram a única dupla de pai e filho que disputaram mundiais de futebol por seleções diferentes. Martín defendeu a Espanha em 1934, na Itália, e José Vantolrá era jogador da seleção dona da casa na Copa de 70, no México. Os mexicanos, aliás, fizeram contra El Salvador o primeiro confronto na fase de grupos entre duas nações do mesmo continente que não fossem europeus ou sul-americanos.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , ,
30/10/2009 - 17:08

HISTÓRIAS DAS COPAS 141

Compartilhe: Twitter

As regras do futebol mudaram para a nona edição dos mundiais de futebol, a Copa de 70, no México. Cada equipe passou a ter permissão para fazer duas substituições durante um jogo. Os árbitros também ganharam a prerrogativa dos cartões, o amarelo como advertência e o vermelho para expulsar o atleta de campo. Pela primeira vez desde 50, nenhum jogador foi expulso em todas as 32 partidas da Copa.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , ,
29/10/2009 - 16:37

HISTÓRIAS DAS COPAS 140

Compartilhe: Twitter

A Copa do Mundo de 70, no México, foi a primeira transmitida ao vivo para o Brasil, ainda em preto e branco. Vários países do mundo viram as partidas do Mundial com transmissão colorida pela primeira vez. Como espetáculo televisivo com grande audiência na Europa, o torneio expôs os jogadores ao calor intenso na altitude de algumas cidades mexicanas, como a capital do país, com algumas partidas marcadas para o meio-dia. A bola preta e branca também foi escolhida para ter melhorar visualização pela TV.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , ,
28/10/2009 - 12:27

HISTÓRIAS DAS COPAS 139

Compartilhe: Twitter

A Copa do Mundo de 70 foi a primeira com jogos eliminatórios em todo o planeta. No total, foram 170 partidas entre 68 equipes, aumento de um terço no total de participantes em relação ao mundial anterior, na Inglaterra. A classificação teve um episódio triste na América Central, quando o jogo entre Honduras e El Salvador deflagrou um conflito de três dias entre as duas nações que já não viviam relações amistosas nos meses anteriores. El Salvador garantiu vaga para a Copa.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , ,
27/10/2009 - 17:42

NOVOS LATERAIS

Compartilhe: Twitter

O técnico Dunga deixou clara a dúvida com relação à lateral-esquerda para a Copa do Mundo na convocação para os amistosos contra Inglaterra e Omã. Nem André Santos, que mais frequentou o time titular nos últimos jogos, aparece entre os convocados.

Filipe Luís e Marcelo, outras opções recentes do treinador, também não aparecem na relação desta terça. Desta vez, o treinador preferiu testar Fábio Aurélio, do Liverpool, e Michel Bastos, do Lyon.

Fábio era um pedido de muita gente em função da boa fase na Inglaterra e de ser o melhor lateral brasileiro na parte defensiva.

Michel Bastos é um ala, com ótimo aproveitamento ofensivo e fragilidade na marcação. Pode ser uma opção caso Dunga resolva alterar um pouco o esquema, o que não parece o caso.

Outra boa alternativa é contar com o meia Alex, que jogou no Inter e está no Spartak Moscou, como um reserva para a lateral ou para a ala pela esquerda e abrir uma vaga para um jogador de outra posição para o Mundial da África do Sul.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Seleção Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
27/10/2009 - 16:25

HISTÓRIAS DAS COPAS 138

Compartilhe: Twitter

Quatro equipes que disputaram as quartas de final da Copa de 66 sequer conseguiram classificação para o Mundial de 70, no México. Na Europa, Portugal foi eliminado no grupo que tinha a Romênia e a campeã olímpica Hungria perdeu na classificação para a Tchecoslováquia. Na América do Sul, o Peru, do craque Cubillas, foi a surpresa ao garantir vaga e deixar a Argentina de fora. Já a Coreia do Norte não foi ao Mundial por se negar a jogar contra Israel.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , , , ,
26/10/2009 - 18:03

HISTÓRIAS DAS COPAS 137

Compartilhe: Twitter

Tofik Bakhramov era um jogador de futebol soviético, mas teve a carreira interrompida por uma lesão. Decidiu então tornar-se árbitro, entrou para o quadro da FIFA em 64 e foi escolhido para trabalhar na Copa do Mundo de 66, na Inglaterra. Escalado como assistente na decisão, foi protagonista ao validar na prorrogação um gol do inglês Hurst em jogada na qual a bola não atravessou a linha de fundo. Falecido em 93, Bakhramov dá nome ao principal estádio da cidade de Baku, capital do Azerbaijão, ex-república soviética onde ele nasceu.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , ,
25/10/2009 - 20:43

O COMBUSTÍVEL DE CADA UM

Compartilhe: Twitter

Com tropeços seguidos, especialmente a derrota da última quarta-feira para o Santo André, o Palmeiras encheu de gás os times que o perseguiam na tabela do Brasileirão.

É um dos elementos importantes do campeonato por pontos corridos. Os resultados de quem joga antes podem determinar o ânimo das equipes que brigam por posições.

Atlético-MG, Inter, São Paulo e Flamengo aproveitaram a empolgação para vencer e encostar na primeira posição. Da mesma forma, o Palmeiras pode ser pressionado antes mesmo de voltar a entrar em campo no jogo contra o Goiás, na próxima quinta-feira. No mesmo dia, o Atlético-MG visita o Fluminense.

Um dia antes, no entanto, o Flamengo joga for de casa contra o Barueri e pode igualar a pontuação do líder. No Morumbi, São Paulo e Inter fazem um confronto direto que, se tiver vencedor, vai apontar um novo dono da primeira posição no Brasileirão. Ao menos por uma noite.

Autor: - Categoria(s): Brasileirão Tags: , , , , , , , , , ,
25/10/2009 - 12:02

HISTÓRIAS DAS COPAS 136

Compartilhe: Twitter

Geoffrey Hurst iniciou a carreira como meio-campista pelo West Ham United, mas logo se tornou atacante. Foi chamado para a seleção inglesa pela primeira vez em 66, pouco antes da Copa, aos 24 anos de idade. Só ganhou a condição de titular contra a Argentina, nas quartas de final, quando fez o gol da vitória por 1×0. Na decisão, entrou para a história ao se tornar o primeiro e até agora único jogador a marcar três gols em uma final de Copa de Mundo na conquista inglesa.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , ,
24/10/2009 - 17:00

HISTÓRIAS DAS COPAS 135

Compartilhe: Twitter

A decisão da Copa do Mundo de 66 teve um roteiro épico. A Inglaterra tentava em casa o seu primeiro título mundial e a Alemanha Ocidental lutava pelo bicampeonato. O alemão Haller deixou em silêncio os mais de 90 mil torcedores que lotavam o estádio de Wembley ao abrir o placar aos 12 minutos. Com Hurst e Peters, os ingleses viraram o jogo e comemoram até os 44 minutos do segundo tempo, quando Haller marcou de novo e decretou o empate por 2×2 no tempo normal. Na prorrogação, Hurst marcou mais duas vezes para garantir a vitória inglesa, mas em um dos gols a bola bateu no travessão e não ultrapassou a linha de fundo, num dos grandes erros de arbitragem na história do futebol.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , ,
Voltar ao topo