Publicidade

Publicidade
26/11/2009 - 17:35

HISTÓRIAS DAS COPAS 168

Compartilhe: Twitter

Já com os apelidos de “Laranja Mecânica” e “Carrossel”, a Holanda entrou no grupo 1 da 2ª fase da Copa de 74, que também tinha Brasil, Alemanha Oriental e Argentina. A seleção contou com o talento de Rivellino para vencer os alemães por 1×0 e os argentinos por 2×1. Como os holandeses também venceram as duas partidas, o confronto Brasil x Holanda no estádio Westfallen, em Dortmund, no dia 3 de junho, valeria vaga na decisão do Mundial. Na outra chave, a Alemanha Ocidental superou Suécia e Iugoslávia e foi para a final ao derrotar a Polônia por 1×0, gol de Gerd Mueller.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , , , ,

Ver todas as notas

1.446 comentários para “HISTÓRIAS DAS COPAS 168”

  1. Adu Q online disse:

    No matter if some one searches for his necessary thing, thus he/she needs to be available that in detail, thus that thing is maintained over here.|

  2. Hi there! I just wanted to ask if you ever have any problems with hackers? My last blog (wordpress) was hacked and I ended up losing a few months of hard work due to no data backup. Do you have any solutions to protect against hackers?|

  3. Good way of telling, and nice paragraph to get data about my presentation subject matter, which i am going to convey in university.|

  4. I was very pleased to uncover this page. I wanted to thank you for ones time for this particularly wonderful read!! I definitely enjoyed every little bit of it and I have you saved to fav to check out new stuff in your web site.|

  5. juice disse:

    This is a topic that’s close to my heart… Many thanks! Where are your contact details though?|

Deixe um comentário:

Antes de escrever seu comentário, lembre-se: o iG não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!

Os campos com * são de preenchimento obrigatório







Voltar ao topo