Publicidade

Publicidade

24/11/2009 - 15:12

OS MELHORES DO BRASILEIRÃO

Compartilhe: Twitter

Ainda restam duas rodadas, que de tão importantes, podem valer muitos pontos a favor ou contra os atletas de acordo com o desempenho, mas já dá para ter uma boa ideia dos destaques do Brasileirão.

No embalo da divulgação dos indicados ao Prêmio Craque Brasileirão pela CBF, registro aqui a minha opinião sobre os protagonistas da competição.

No gol, nem Bruno (Flamengo), nem Marcos (Palmeiras), nem Victor (Grêmio). Para mim, o melhor foi Fábio, do Cruzeiro.

Nas laterais, escolho os indicados Léo Moura (Flamengo) e Júlio César (Goiás) e estranho a presença do palmeirense Armero do lado esquerdo.

A dupla de zaga mais segura é mesmo André Dias e Miranda, do São Paulo, mas Danilo (Palmeiras) e Réver (Grêmio) também foram bem.

A lesão fez Pierre (Palmeiras) perder espaço para Sandro (Inter) e Willians (Flamengo). Cleiton Xavier (Palmeiras) e Petkovic (Flamengo) completam o meio.

No ataque, Fred (Fluminense) e Adriano (Flamengo) foram os melhores e Diego Tardelli (Atlético-MG) foi outro que teve um grande ano.

Gostei muito da indicação de Paulo Silas, do Avaí, com um dos principais treinadores, mas o número 1 na função foi Andrade, que comandou a arrancada do Flamengo para a disputa do título.

Para completar, a arbitragem: Heber Roberto Lopes viveu a melhor temporada da carreira e foi o grande nome do apito no Brasileirão.

E o craque da competição? Prefiro esperar pelas rodadas finais para saber quem vai decidir. Basta lembrar que eleições antes da decisão deixaram Zidane sem o prêmio de melhor da Copa de 98, assim como Ronaldo em 2002.

Autor: - Categoria(s): Brasileirão Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
14/10/2009 - 22:12

COMO SERÁ A LISTA?

Compartilhe: Twitter

Com o fim das eliminatórias, é hora de acertar os últimos detalhes para fechar o grupo de jogadores que o técnico Dunga vai levar para a África do Sul.

Júlio César e Victor estão certos no gol. O terceiro pode ser Marcos, mas Doni, Hélton e Gomes também têm chances.

Nas laterais, a direira está sobrando com Maicon e Daniel Alves, mas eu não daria nem André Santos como certo na esquerda. Filipe Luis ainda pode se firmar, mas outros testes devem ser feitos nos amistosos de novembro.

A zaga pode ter cinco jogadores e a condição física de Juan é a maior dúvida. Lúcio, Luisão e Miranda estão praticamente confirmados. Naldo e Thiago Silva são candidatos à outra vaga.

Os volantes serão Gilberto Silva, Josué, Felipe Melo e mais um. Lucas aparece como favorito, mas pode perder para um zagueiro. Ramires, Elano, Júlio Baptista e Kaká também devem ir. Aí eu gostaria de ver alguém mais talentoso como Alex, do Spartak Moscou, Diego, da Juventus, ou Diego Souza, do Palmeiras.

No ataque, Luis Fabiano está convocado e Nilmar e Robinho tem tudo para disputar a Copa. Adriano está próximo, Tardelli tem poucas chances e Ronaldo pode aparecer como surpresa.

E para você, quem vai para a Copa?

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Seleção Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
11/10/2009 - 21:13

UM POUCO DE CADA COISA

Compartilhe: Twitter

Altitude, falta de entrosamento, nervosismo, desatenção em lances isolados de bola parada e até mesmo o mérito dos bolivianos.

Junto uma porção de cada um dos ingredientes acima e você vai entender a derrota do Brasil para a Bolívia por 2×1 pela penúltima rodada das eliminatórias.

Deve ser difícil mostrar serviço quase quatro mil metros acima do nível do mar, mas era de se esperar mais de jogadores que precisavam mostrar serviço como Miranda, André Santos e principalmente os meias Diego Souza e Alex.

Entre os atacantes, Nilmar foi destaque, Adriano foi atrapalhado por contusão e Diego Tardelli não decepcionou.

O aproveitamento de Daniel Alves no meio foi apenas regular, mas a avaliação não compromete a participação do jogador no grupo, já que ele é o reserva para a lateral-direita e pode atuar também pelo lado esquerdo.

MAIS DA METADE – Já temos mais da metade da Copa definida com 19 seleções classificadas. Além da África do Sul, dona da casa, o continente africano já tem Gana e Costa do Marfim no Mundial. Da América do Sul, avançaram Brasil, Paraguai e Chile.

Os asiáticos garantidos são Japão, Austrália, Coreia do Sul e Coreia do Norte. Da região da Concacaf, conquistaram vagas os EUA e o México. E da Europa, já avançaram Itália, Alemanha, Sérvia, Dinamarca, Inglaterra, Espanha e Holanda.

Restam 13 vagas: três da África, uma da Concacaf, uma da América do Sul, seis da Europa (duas diretas e quatro na repescagem), uma da repescagem Ásia / Oceania e uma da repescagem América do Sul / Concacaf.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Seleção Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
25/09/2009 - 12:36

CBF vs CBF! DE NOVO!

Compartilhe: Twitter

É de impressionar o descaso da CBF com o Brasileirão. Marcar duas rodadas da competição para o período em que a seleção estará reunida para os últims jogos das Eliminatórias é um absurdo.

Como ficarão os clubes sem alguns de seus principais jogadores no momento decisivo?

Dunga não tem culpa na história e não pode economizar nos testes tão perto da Copa do Mundo. Por isso, chamou Victor, goleiro do Grêmio, Miranda, zagueiro do São Paulo, Sandro, volante do Inter, Diego Souza, meia do Palmeiras, Diego Tardelli, atacante do Atlético-MG e Adriano, atacante do Flamengo.

Bobagens de dirigentes à parte, foi boa a convocação de Dunga. Ainda acho que Fábio Aurélio (lateral-esquerdo do Liverpool), Diego (meia da Juventus) e Grafite (atacante do Wolfsburg) merecem oportunidades para testes.

Autor: - Categoria(s): Brasileirão, Copa 2010 Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
09/08/2009 - 20:33

QUASE UM IMPERADOR

Compartilhe: Twitter

Adriano já é o artilheiro do Brasileirão com 10 gols e garantiu neste domingo mais três pontos para o Flamengo ao marcar na vitória por 1×0 sobre o Corinthians. Mais uma vez, não foi uma atuação brilhante, mas a raça do atacante é impressionante.

Ele ainda perde muitas chances, mas aparece constantemente. Pelo físico, impõe muitas dificuldades para os marcadores. E tem carregado o rubro-negro até agora no campeonato nacional.

Quando o resto do time entrar na sintonia de vibração de Adriano, o Flamengo pode empolgar a torcida e subir na tabela para brigar pelas primeiras posições.

E o que será da carreira quando Adriano reencontrar o melhor futebol? Vai virar exceção e ficar no Brasil por opção ou não resistirá a mais uma aventura européia?

Autor: - Categoria(s): Brasileirão Tags: , , , , , , , , , , ,
20/07/2009 - 18:45

A VOLTA DOS CRAQUES E O ÍNDICE BIG MAC

Compartilhe: Twitter

Reproduzo com prazer o texto do especialista em marketing esportivo Ivan Rizzo, amigo que já pode ser considerado um colaborador deste blog. É sempre interessante entender um pouco de como a economia pode mexer com os nossos times.

Este ano ficamos felizes e surpresos com a volta de diversos craques ao futebol brasileiro. Adriano, Fred e Ronaldo encabeçam a lista que tende a engrossar.

Proximidade com a Copa da África ou saudades do feijão, as razões apontadas são diversas. Mas cabe um comentário do contexto econômico em que os jogadores se encaixam.

Criado pela revista americana ‘The Economist’, o índice ‘Big Mac’ utiliza-se do princípio da paridade do poder de compra. Como o famoso sanduíche é o mesmo ao redor do mundo, utilizando a mesma quantidade de matéria-prima, recursos humanos, energia, etc é considerado o melhor exemplo de comparação de preços em mercados diferentes.

Na última edição do índice, o Brasil ficou à frente dos EUA, com o sanduíche custando quarenta e cinco centavos de dólar a menos que o país inventor do sanduíche. Já na zona do euro, onde estão os principais mercados da bola, o mesmo sanduíche custa US$ 4,62.

Resumindo o economês: se os brazucas conseguem uma proposta salarial em reais equivalente ao que receberiam lá fora em euro, é financeiramente melhor vir para o Brasil. Claro que a análise não leva em conta fatores extra-campo que os jogadores sempre argumentam, como a violência urbana, o desejo de jogar nos principais clubes do mundo, mas é mais um bom exemplo que, com planejamento e gestão adequados, os clubes tem plenas condições de manter equipes competitivas e atraentes.

Autor: - Categoria(s): Brasileirão, Futebol europeu Tags: , , , , , , , , , , , , ,
30/01/2009 - 15:14

ADRIANO E O DESTINO

Compartilhe: Twitter

Você já deve ter lido em algum lugar que “o tempo é o senhor da razão”. Ou ainda: “nada como um dia depois do outro”. Acredite você ou não, essas coisas parecem valer para Adriano.

Um rápido exercício de memória nos leva a 2004-2005, temporada de ouro para o atacante que havia sido despachado pelo Flamengo para brilhar pelo Parma e também na Itália chegar à gigante Internazionale. Graças à ideia do técnico da seleção, Carlos Alberto Parreira, de poupar titulares na Copa América do Peru, terminou a competição como herói brasileiro depois do golaço na decisão contra a Argentina. De lá até a Copa das Confederações de 2005, a canhota virou canhão, com um chute mais forte que o outro jogo após jogo.

A Copa de 2006, que seria o auge, foi o começo da caminhada rumo ao fundo do poço, impulsionada por problemas pessoais como a morte precoce do pai. Há um ano, com a camisa do São Paulo, Adriano tentava mostrar ao mundo do futebol que ainda tinha jeito em gramados enlameados no Paulistão.

Os últimos doze meses tiveram muitos gols, alguns sopapos e outras noitadas. A recuperação é tão incotestável quanto a dúvida de quanto tempo ela vai durar. Agora, com a lesão de Luis Fabiano, Adriano pode ser titular do Brasil no amistoso contra a Itália no dia 10/02, em Londres. A briga é com Alexandre Pato. Pode ser uma baita chance…

Autor: - Categoria(s): Futebol europeu, Seleção Tags: , , ,
14/12/2008 - 21:21

E AÍ, ADRIANO?

Compartilhe: Twitter

Está cada vez mais difícil acreditar que os problemas de Adriano são coisas simples. A diretoria da Internazionale fez questão de negar de forma veemente o que havia publicado a respeitada Gazzetta dello Sport, de que o atacante teria chegado embriagado a um treino durante a semana.

O episódio teria feita os dirigentes liberarem o Imperador para um período de recuperação no Brasil. Conversei pela Rádio Bandeirantes com o lateral Maxwell, que atribuiu o afastamento a uma lesão e revelou o desejo de ter o companheiro Adriano de volta aos treinos na Itália no começo do mês que vem. Assim espero…

Ouça a entrevista com Maxwell:

Maxwell fala sobre lesão de Adriano

Autor: - Categoria(s): Futebol europeu Tags: ,
08/10/2008 - 22:56

OS MESMOS PROBLEMAS

Compartilhe: Twitter

Júlio César, Maicon, Lúcio, Juan e Kléber; Gilberto Silva, Josué, Elano e Kaká; Robinho e Adriano. Essa foi a escalação da seleção no primeiro treino na Granja Comary para os jogos das eliminatórias contra Venezuela e Colômbia. Gostei da entrada de Adriano, mas a decisão mostra algo preocupante.

Se o atacante da Internazionale era a segunda opção, por que só foi convocado depois da lesão de Luis Fabiano? Como ficam Alexandre Pato e Jô, chamados inicialmente? Os dois podem fazer a função do homem de área, principalmente o talentoso Pato.

Como já disse em outras oportunidades, não concordo com Kléber na lateral-esquerda, jogador do Santos que não vive boa fase. Mas o ponto fraco da seleção são mesmo os volantes. Já faz quase um ano que uma atuação ruim da dupla Gilberto Silva e Mineiro deixou o Brasil fragilizado contra o Uruguai no Morumbi.

De lá para cá, a equipe de Dunga não voltou a jogar bem e só venceu em função de boas atuações individuais. A trinca Gilberto Silva, Josué e Elano não é a melhor opção para quem tem Lucas, Anderson e Mancini. Sorte do treinador que o craque Kaká está de volta.

Autor: - Categoria(s): Seleção Tags: , , , ,
Voltar ao topo