Publicidade

Publicidade

11/11/2009 - 12:34

HISTÓRIAS DAS COPAS 153

Compartilhe: Twitter

Um dos grandes nomes da Copa de 70, o alemão Gerd Muller acumulou recordes impressionantes ao longo da carreira. Pelo Bayern de Munique, foram 365 gols em 427 jogos pela Liga Alemã. Na seleção, incríveis 68 gols em 62 partidas, 14 deles em mundiais de futebol, marca que fez de Muller o maior goleador de todas as copas até 2006. No México, o atacante balançou as redes 10 vezes para ser o artilheiro do torneio. Depois do terceiro lugar em 70, Muller seria campeão europeu em 72 e mundial em 74 pela Alemanha Ocidental.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , ,
20/10/2009 - 15:42

HISTÓRIAS DAS COPAS 131

Compartilhe: Twitter

Com apenas 20 anos de idade, Franz Beckenbauer estreou em mundiais na Copa de 66, na Inglaterra, pela seleção da Alemanha Ocidental. O jogador do Bayern de Munique já se mostrava um grande defensor que tinha também incrível capacidade para atacar, redefinindo a função de líbero no futebol. Beckenbauer marcou dois gols na estreia contra a Suíça e terminou a Copa como vice-campeão e autor de quatro gols.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , ,
12/07/2009 - 21:28

TEMOS ZAGUEIROS

Compartilhe: Twitter

A Copa de 2006 já está distante, mas não dá para esquecer dos poucos que se salvaram do fracasso na Alemanha. Os zagueiros Lúcio e Juan conseguiram terminar o mundial com imagem ótima.

De lá para cá, Alex aproveitou bem as chances que teve no Chelsea. Thiago Silva se confirmou como grande nome para a posição e só deve precisar de uma sequência de jogos no Milan para garantir vaga na seleção.

E enquanto Juan, instável fisicamente, segue muito bem do ponto de vista técnico, Lúcio se mostra em plena forma e obriga o Bayern de Munique a rever a decisão de dispensá-lo.

Mas os bons zagueiros brasileiros não estão só em clubes europeus. Miranda está voando no São Paulo. Contra o Flamengo, correu para corrigir erros dos companheiros Renato Silva e Jean Rolt e ainda arrumou tempo para armar as jogadas dos dois gols do tricolor.

E o que dizer do Corinthians sem William e principalmente Chicão? Desfalcado da zaga titular, o campeão da Copa do Brasil não foi páreo para o Grêmio. Ronaldo é o diferencial, Felipe, Elias e Cristian estão em grande fase, mas o que seria da equipe sem a consistência da defesa?

Autor: - Categoria(s): Brasileirão Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
08/04/2009 - 23:03

AGORA FICA MAIS FÁCIL…

Compartilhe: Twitter

Não consegui palpitar antes da rodada de ida das quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. Sei que agora é moleza. Pelo menos para os confrontos que foram disputados nesta quarta. Depois de fazer 4×0 em casa e com autoridade, o Barcelona não perde a vaga para o Bayern de Munique, na Alemanha. É o meu favorito ao título.

O melhor do mundo no mês março, Gerrard, não foi suficiente para o Liverpool, que está praticamente fora depois de cair em casa por 3×1 contra o Chelsea. Outro inglês que deve chegar às semifinais é o Arsenal, que conseguiu bom empate na Espanha contra o Villareal por 1×1.

E, por fim, o meu palpite mais arriscado é achar que o Porto vai eliminar o Manchester United. Além do empate por 2×2 na Inglaterra e de encarar os atuais campeões europeus no pior momento dos últimos dois anos, os portugueses (e muitos argentinos) são ossos duros de roer.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: , , , , , , , ,
Voltar ao topo