Publicidade

Publicidade

11/08/2009 - 13:53

ESTEVAM VÊ BOTAFOGO COMO 'SALTO' E DEFENDE OPÇÃO PELO CLUBE CARIOCA

Compartilhe: Twitter

Muitos treinadores reclamam de instabilidade no emprego e falta de respeito ao tempo para resultado de um trabalho por parte de dirigentes de futebol. Outros preferem se proteger com contratos bem amarrados e multas rescisórias, abertos a propostas melhores. Respeito as duas posições, mas sempre espero que atitudes coerentes com o discurso.

Hoje conversei com Estevam Soares, que deixou o Barueri depois de boa campanha no primeiro turno do Brasileirão para assumir o Botafogo. Na entrevista à Rádio Bandeirantes, ele explicou os motivos pelos quais interrompeu o trabalho para assumir o novo desafio.

“Queria ver alguns treinadores que falam e batem no peito. Quando eu estava no Palmeiras, tive várias propostas e não quis sair. Cada um sabe onde o calo aperta. Tive seis ou sete demissões desde então e nunca reclamei. Você tem que ver o que é melhor respeitando os moldes contratuais. Eu queria ver alguns que falam isso se estivessem em equipe pequena e aparecesse um São Paulo, um Flamengo, um Barcelona ou um Real Madrid.”

Estevam também elogiou o atacante Fernandinho, de apenas 23 anos. “Indico (o Fernandinho) para o Botafogo e para qualquer um. Não foram poucos os amigos do futebol que pediram informações a respeito dele. É a grande revelação do Campeonato Brasileiro.”

Ouça entrevista com Estevan Soares sobre a saída do Barueri e o acerto com o Botafogo

Autor: - Categoria(s): Brasileirão Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
09/08/2009 - 20:33

QUASE UM IMPERADOR

Compartilhe: Twitter

Adriano já é o artilheiro do Brasileirão com 10 gols e garantiu neste domingo mais três pontos para o Flamengo ao marcar na vitória por 1×0 sobre o Corinthians. Mais uma vez, não foi uma atuação brilhante, mas a raça do atacante é impressionante.

Ele ainda perde muitas chances, mas aparece constantemente. Pelo físico, impõe muitas dificuldades para os marcadores. E tem carregado o rubro-negro até agora no campeonato nacional.

Quando o resto do time entrar na sintonia de vibração de Adriano, o Flamengo pode empolgar a torcida e subir na tabela para brigar pelas primeiras posições.

E o que será da carreira quando Adriano reencontrar o melhor futebol? Vai virar exceção e ficar no Brasil por opção ou não resistirá a mais uma aventura européia?

Autor: - Categoria(s): Brasileirão Tags: , , , , , , , , , , ,
05/08/2009 - 23:52

A TORCIDA DE VOLTA

Compartilhe: Twitter

Mais importante do que os três pontos da vitória sobre o Botafogo por 3×1 pela 17a rodada do Brasileirão foi o fato de o São Paulo ter reconquistado a torcida.

Não foram apenas os quase 20 mil torcedores em jogo de meio de semana à noite no Morumbi, mas principalmente os gritos de “o campeão voltou” e a empolgação das arquibancadas.

Os são-paulinos se acostumaram mal com equipes que ganharam competições importantes nas últimas quatro temporadas. Exigente, este mesmo torcedores aprendeu a detectar quando o tricolor está pronto para brigar por uma taça.

Já são seis jogos sem perder, com cinco vitórias na série invicta. A subida na tabela é concreta e coloca o São Paulo entre os favoritos ao título nacional.

Autor: - Categoria(s): Brasileirão Tags: , , , , , ,
01/08/2009 - 10:26

O MELHOR DO MUNDO EM JULHO

Compartilhe: Twitter

O mês de julho já foi melhor de junho em termos de quantidade de jogos envolvendo os principais times e jogadores do mundo, mas amistosos e torneios de pré-temporada não costumam ser suficientes como parâmetros para definir quem está comendo a bola pelo mundo.

Por aqui, o Brasileirão mostrou alguns atletas inspirados como Diego Souza, do Palmeiras, Diego Tardelli, do Atlético-MG e da seleção, Kléber, do Cruzeiro, e Andrézinho, do Internacional.

Mas ninguém se comparou em julho a Juan Sebastián Verón. O meia argentino de 34 anos é um jogador que eu chamo de craque sem medo. Tem estilo próprio no jeito de bater na bola e organizar as jogadas. Parece lutar contra o tempo e a evolução do futebol ao cadenciar o jogo. Mas como questionar a capacidade de um armador e líder que levou o Estudiantes ao título da Libertadores?

Depois de fazer o time de coração voltar a ser campeão nacional, Verón foi decisivo na conquista da América e agora se prepara para conquistar de vez a confiança de Maradona e disputar a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Depois de ser um dos símbolos do fracasso argentino em 2002, ‘La Brujita’ pode ter mais uma chance de mudar o rumo da história.

Autor: - Categoria(s): Brasileirão, Copa 2010, Futebol europeu, Libertadores Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
29/07/2009 - 23:49

O REFORÇO É SEGURAR DIEGO SOUZA

Compartilhe: Twitter

O Palmeiras ainda terá a estreia de Figueroa e pode contar com o retorno de Marquinhos para reforçar o elenco que está na liderança do Brasileirão.

O time tem o excelente Marcos, o experiente Edmílson, os ótimos Pierre e Cleiton Xavier e Obina em grande momento. Mas sem Diego Souza pode ser impossível conquistar o título nacional.

A fase do camisa 7 é fantástica e ele é decisivo, diferente. Daquele tipo de jogador que desarma a defesa adversária com uma grande jogada. Com o mercado europeu agitado e com o dinheiro de clubes do Oriente Médio, o maior esforço da diretoria do Palmeiras deve ser segurar Diego para tentar levantar a taça do Brasileirão.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: , , , , , , , , , , ,
26/07/2009 - 19:47

O LADO BOM E O RUIM

Compartilhe: Twitter

Muricy Ramalho assume o Palmeiras definitivamente nesta segunda-feira e a estreia está marcada para quarta contra o Fluminense no Palestra Itália.

Não tinha como receber o elenco com astral melhor depois da vitória por 3×0 no clássico contra o Corinthians que fez a equipe encostar no Atlético-MG na briga pela liderança do Brasileirão.

Por outro lado, a expectativa pelos resultados do trabalho dele é enorme. E o que se pode esperar de um treinador que ganhou as últimas três edições do campeonato nacional? E que pega o time quase na primeira posição? Melhorar é só levar a taça para o Palestra Itália. A única opção de Muricy para ter sucesso nesta temporada. As chances são boas…

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: , , , , , , , , ,
16/07/2009 - 00:41

JORGINHO E OS RESULTADOS

Compartilhe: Twitter

Deu até aflição ouvir quantas vezes Jorginho respondeu no Maracanã se a bela vitória do Palmeiras sobre o Flamengo por 2×1 era a prova de que ele pode ficar no cargo em definitivo.

Em nenhum momento, Jorginho e/ou a diretoria palmeirense condicionaram a permanência do trabalho aos resultados no Brasileirão. Seria tão precipitado quanto demitir um profissional do mesmo cargo por causa de dois ou três resultados ruins.

Se essa postura é tão criticada, valeria o mesmo para a efetivação de Jorginho em cima dos quatro últimos jogos, com três vitórias e um empate. O Palmeiras não perde há onze jogos, sete deles com Luxemburgo. Se Jorginho ficar terá de ser por um projeto, uma ideia. Não por casuísmo.

Autor: - Categoria(s): Brasileirão Tags: , , , , , ,
16/07/2009 - 00:32

NÃO DÁ PARA EXPLICAR

Compartilhe: Twitter

Ainda não consegui entender como o Cruzeiro deixou escapar o título da Copa Libertadores em pleno Mineirão e com 1×0 no placar já no segundo tempo.

Uma pena também que a partida não tivesse a atenção merecida por ter que concorrer com mais de meia rodada do Brasileirão.

Eu, por exemplo, por obrigação profissional, fiquei divido entre a final de BH e os jogos Santos x Barueri, Inter x Fluminense e Flamengo x Palmeiras pelo Brasileirão. Outras tantas pessoas não puderam escolher. Uma pena…

Autor: - Categoria(s): Brasileirão, Libertadores Tags: , , , , , , , , ,
05/07/2009 - 23:42

OBINA NA MORAL

Compartilhe: Twitter

Moral. No dicionário, algo como o conjunto de regras de conduta, que tem bons costumes ou conclusão que se tira de uma história. No futebol, o significado é diferente.

Não é raro ouvir jogadores dizerem que o treinador deu ‘moral’ e por isso estão em boa fase. A tal moral do futebol pode ser traduzida como confiança e sequência. E esse parece ser o resumo dos oito jogos que Obina fez pelo Palmeiras até agora.

A despeito de alguams críticas sobre chances perdidas na eliminação da Libertadores contra o Nacional do Uruguai, o ex-flamenguista marcou cinco gols com a camisa palmeirense. Para quem deixou o Rio com o rótulo de ser um atacante que não marcava, Obina parece ter encontrado em São Paulo um lugar para se recuperar.

Contra o Avaí, ele balançou as redes duas vezes. Driblou, deu trabalho para a defesa adversária. Mais do que isso, centralizou as jogadas ofensivas do Palmeiras. Ajudou o time a subir para a quarta posição na tabela do Brasileirão.

Nunca vai ser craque, nem deve decidir o campeonato a favor do Palmeiras, mas pode ser muito útil ao time este ano, ainda mais depois da saída de Keirrison.

Autor: - Categoria(s): Brasileirão Tags: , , , , , , , , ,
21/06/2009 - 23:38

O TEMPO

Compartilhe: Twitter

O texto abaixo entrou numa sequência quase aleatória das histórias das copas, mas não poderia ter aparecido em dia melhor. O episódio deve ter servido de inspiração para Djalma Beltrame, árbitro de Santos 2×3 Atlético-MG, neste domingo, na Vila Belmiro, pelo Brasileirão.

O problema é que Beltrame errou duas vezes. Primeiro, ao acabar o jogo antes do tempo que ele mesmo havia determinado para os acréscimos. Depois, por ter anulado o gol de Molina que daria o empate ao Santos.

E olha que, nos anos 30, os relógios só tinham ponteiros…

Autor: - Categoria(s): Brasileirão Tags: , , , , ,
Voltar ao topo