Publicidade

Publicidade

10/08/2009 - 17:55

HISTÓRIAS DAS COPAS 60

Compartilhe: Twitter

Empolgada pelos resultados da seleção, a torcida carioca encheu o Maracanã e empurrou o time com mais de 152 mil vozes para outra goleada. Com dois gols de Ademir, um de Jair, um de Zizinho e dois de Chico, o Brasil arrasou a Espanha e com a vitória por 6×1 ficou com vantagem para a rodada decisiva do Mundial de 50. O duelo seria três dias depois, no mesmo Maracanã, contra o Uruguai, que manteve chances de conquistar o título ao bater a Suécia por 3×2.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , , ,
09/08/2009 - 17:55

HISTÓRIAS DAS COPAS 59

Compartilhe: Twitter

O técnico Flávio Costa manteve o time da vitória sobre a Iugoslávia para o início do quadrangular decisivo da Copa de 50. Quase 140 mil torcedores foram ao Maracanã ver um show de Ademir de Menezes, que marcou quatro vezes na goleada por 7×1 sobre a Suécia. Completaram o placar Maneca e Chico, que fez dois gols. O resultado colocou o Brasil na liderança, já que Uruguai e Espanha empataram por 2×2 no mesmo dia 9 de julho, só que no
Pacaembu.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , , , ,
08/08/2009 - 16:45

HISTÓRIAS DAS COPAS 58

Compartilhe: Twitter

A Copa de 50 foi a primeira em que a seleção teve convocados de fora do eixo Rio-SP. O atacante Adãozinho e o zagueiro Nena, do Internacional, integraram a lista 22 atletas. O Vasco foi a base da equipe com 8 jogadores: Ademir, Alfredo II, Augusto, Barbosa, Chico, Danilo Alvim, Ely e Maneca. O grupo tinha ainda Baltazar (Corinthians), Bauer, Friaça, Noronha e Rui (São Paulo), Bigode (Flamengo), Castilho (Fluminense), Jair Rosa Pinto, Rodrigues e Juvenal (Palmeiras), Nilton Santos (Botafogo) e Zizinho (Bangu).

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
05/08/2009 - 18:06

HISTÓRIAS DAS COPAS 55

Compartilhe: Twitter

A Copa do Mundo de 50 foi a primeira que teve números nas camisas dos jogadores. A numeração não era fixa e não havia substituições. A camisa 10, que ainda não tinha o peso de camisa de craque, foi usada por Jair Rosa Pinto, o primeiro 10 do Brasil em copas. Na final contra o Uruguai, o Brasil teve: 1-Barbosa, 2-Augusto, 3-Juvenal, 4-Bauer, 5-Danilo, 6-Bigode, 7-Friaça, 8-Zizinho, 9-Ademir, 10-Jair e 11-Chico.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo