Publicidade

Publicidade

24/11/2009 - 15:12

OS MELHORES DO BRASILEIRÃO

Compartilhe: Twitter

Ainda restam duas rodadas, que de tão importantes, podem valer muitos pontos a favor ou contra os atletas de acordo com o desempenho, mas já dá para ter uma boa ideia dos destaques do Brasileirão.

No embalo da divulgação dos indicados ao Prêmio Craque Brasileirão pela CBF, registro aqui a minha opinião sobre os protagonistas da competição.

No gol, nem Bruno (Flamengo), nem Marcos (Palmeiras), nem Victor (Grêmio). Para mim, o melhor foi Fábio, do Cruzeiro.

Nas laterais, escolho os indicados Léo Moura (Flamengo) e Júlio César (Goiás) e estranho a presença do palmeirense Armero do lado esquerdo.

A dupla de zaga mais segura é mesmo André Dias e Miranda, do São Paulo, mas Danilo (Palmeiras) e Réver (Grêmio) também foram bem.

A lesão fez Pierre (Palmeiras) perder espaço para Sandro (Inter) e Willians (Flamengo). Cleiton Xavier (Palmeiras) e Petkovic (Flamengo) completam o meio.

No ataque, Fred (Fluminense) e Adriano (Flamengo) foram os melhores e Diego Tardelli (Atlético-MG) foi outro que teve um grande ano.

Gostei muito da indicação de Paulo Silas, do Avaí, com um dos principais treinadores, mas o número 1 na função foi Andrade, que comandou a arrancada do Flamengo para a disputa do título.

Para completar, a arbitragem: Heber Roberto Lopes viveu a melhor temporada da carreira e foi o grande nome do apito no Brasileirão.

E o craque da competição? Prefiro esperar pelas rodadas finais para saber quem vai decidir. Basta lembrar que eleições antes da decisão deixaram Zidane sem o prêmio de melhor da Copa de 98, assim como Ronaldo em 2002.

Autor: - Categoria(s): Brasileirão Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
12/11/2009 - 12:01

HISTÓRIAS DAS COPAS 154

Compartilhe: Twitter

Tostão viveu um drama para jogar a Copa de 70, no México. O craque do Cruzeiro sofreu descolamento de retina no olho esquerdo e teve que ser operado nos EUA em setembro de 69. A partir daí, virou dúvida para o Mundial. Quando estava recuperado, o problema passou a ser um dilema tático do técnico Zagallo, que achava que Tostão e Pelé não poderiam jogar juntos. Finalmente convencido, o treinador escalou os dois nas seis partidas da campanha vitoriosa do Brasil.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , ,
03/11/2009 - 15:23

HISTÓRIAS DAS COPAS 145

Compartilhe: Twitter

A decepcionante eliminação na primeira fase da Copa de 66 custou o cargo ao técnico da seleção brasileira Vicente Feola. O escolhido para substituí-lo foi Aymoré Moreira, campeão em 62, que não chegou ao Mundial. O comentarista esportivo João Saldanha, que já tinha dirigido o Botafogo com um título carioca no final dos anos 50, assumiu a seleção em fevereiro de 69 e definiu a sua escalação com base nos times do Santos, do Botafogo e do Cruzeiro: Félix, Carlos Alberto, Brito, Djalma Dias e Rildo; Piazza, Gérson e Dirceu Lopes; Jairzinho, Tostão e Pelé.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,
24/09/2009 - 00:03

MUITA LUTA, POUCA QUALIDADE

Compartilhe: Twitter

Não faltou emoção na importantíssima vitória do Palmeiras sobre o Cruzeiro por 2×1, em pleno Mineirão. Foram muitas chances para os dois lados no primeiro tempo e um bombardeio cruzeirense na segunda etapa.

Também não faltaram méritos para Diego Souza e Vagner Love, autores dos dois gols palmeirenses.

Não faltaram ainda erros na arbitragem confusa de Evandro Rogério Roman, que deveria ter marcado pelo menos um pênalti para a equipe mineira.

Faltou, no entanto,  qualidade em uma partida tão importante. O Cruzeiro, que atacou mais, errou muitos passes e um absurdo de finalizações. E o líder Palmeiras se segurou na raça, mas não mostrou brilhantismo técnico ou tático.

Ainda falta muito, mas a rodada foi verde e a vitória em BH teve cara daquelas que decidem um campeonato.

Autor: - Categoria(s): Brasileirão Tags: , , , , , , , , ,
23/08/2009 - 21:57

QUEM VAI ARRANCAR AGORA?

Compartilhe: Twitter

Goiás, São Paulo e Avaí foram os times que arrancaram nas últimas rodadas do primeiro turno. Goianos e catarinenses já estão na briga por uma vaga na Libertadores e o tricolor paulista segue na disputa pelo título do Brasileirão, mesmo com a derrota deste domingo para o Atlético-PR.

Agora, dois times ameaçam consolidar reação, subir na tabela e entrar de vez no bolo das primeiras posições: Grêmio e Cruzeiro. Mais do que bons resultados em jogos recentes, as equipes têm mostrado bom futebol e possuem elencos com qualidade suficiente para vencer muito no returno.

Dois protagonistas ainda oscilam e podem mudar o jogo de forças no Brasileirão 2009. O líder Palmeiras venceu jogo importante contra o Inter depois de sequência ruim, mas ainda terá o duríssimo clássico contra o São Paulo para provar para o próprio grupo que o penta é possível.

Já o Corinthians espera pelo retorno de Ronaldo para voltar ao melhor nível. Mesmo com perdas em relação à equipe que conquistou o Paulistão e a Copa do Brasil, não está tão longe do G-4 e ainda pode entrar na briga nos decisivos meses de setembro, outubro e novembro.

Autor: - Categoria(s): Brasileirão Tags: , , , , , , , , , , , , ,
01/08/2009 - 10:26

O MELHOR DO MUNDO EM JULHO

Compartilhe: Twitter

O mês de julho já foi melhor de junho em termos de quantidade de jogos envolvendo os principais times e jogadores do mundo, mas amistosos e torneios de pré-temporada não costumam ser suficientes como parâmetros para definir quem está comendo a bola pelo mundo.

Por aqui, o Brasileirão mostrou alguns atletas inspirados como Diego Souza, do Palmeiras, Diego Tardelli, do Atlético-MG e da seleção, Kléber, do Cruzeiro, e Andrézinho, do Internacional.

Mas ninguém se comparou em julho a Juan Sebastián Verón. O meia argentino de 34 anos é um jogador que eu chamo de craque sem medo. Tem estilo próprio no jeito de bater na bola e organizar as jogadas. Parece lutar contra o tempo e a evolução do futebol ao cadenciar o jogo. Mas como questionar a capacidade de um armador e líder que levou o Estudiantes ao título da Libertadores?

Depois de fazer o time de coração voltar a ser campeão nacional, Verón foi decisivo na conquista da América e agora se prepara para conquistar de vez a confiança de Maradona e disputar a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Depois de ser um dos símbolos do fracasso argentino em 2002, ‘La Brujita’ pode ter mais uma chance de mudar o rumo da história.

Autor: - Categoria(s): Brasileirão, Copa 2010, Futebol europeu, Libertadores Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
19/07/2009 - 19:01

O GOLAÇO DE CHICÃO

Compartilhe: Twitter

Como zagueiro limitado nos meus tempos de pelada, aprendi a admirar grandes defensores da história do futebol. Reconhecer a precisão no tempo de bola, louvar a seriedade nos momentos decisivos e o posicionamento impecável, além de invejar aqueles que sabem sair jogando com categoria e, eventualmente, até marcam seus golzinhos.

O corintiano Chicão se consolidou nas últimas temporadas como um dos bons homens de zaga do futebol brasileiro. Além de belos gols de falta e cobranças de pênaltis, o ex-jogador do Figueirense traduziu a seriedade demonstrada em campo em números impressionantes de aproveitamento do time com ele campo, especialmente ao lado de William.

Para confirmar a boa fase, o camisa 3 protagonizou um lance incrível no finalzinho da vitória do Corinthians sobre o Cruzeiro por 2×1. Chicão garantiu dois pontos para a equipe ao rebater de calcanhar, em cima de linha, uma cabeçada certeira de Thiago Ribeiro. Não foi enfeite, foi recurso. Um golaço de zagueiro.

Autor: - Categoria(s): Brasileirão Tags: , , , , , , , , ,
16/07/2009 - 00:32

NÃO DÁ PARA EXPLICAR

Compartilhe: Twitter

Ainda não consegui entender como o Cruzeiro deixou escapar o título da Copa Libertadores em pleno Mineirão e com 1×0 no placar já no segundo tempo.

Uma pena também que a partida não tivesse a atenção merecida por ter que concorrer com mais de meia rodada do Brasileirão.

Eu, por exemplo, por obrigação profissional, fiquei divido entre a final de BH e os jogos Santos x Barueri, Inter x Fluminense e Flamengo x Palmeiras pelo Brasileirão. Outras tantas pessoas não puderam escolher. Uma pena…

Autor: - Categoria(s): Brasileirão, Libertadores Tags: , , , , , , , , ,
08/07/2009 - 17:37

FINAL DA LIBERTADORES

Compartilhe: Twitter

Concordo que a Rede Globo pisa na bola ao não mostrar em canal aberto o jogo entre Estudiantes e Cruzeiro para todo o Brasil, mas as principais culpadas por essa história são Conmebol e CBF.

Pergunta para qualquer emissora da Europa se a Uefa permite que alguma coisa concorra com a final da Champions League?

As entidades cederam demais e deram espaço para este tipo de manipulação. Não é assim que se valoriza o produto.

A propósito, sobre o confronto, acho que o Cruzeiro não ganha hoje, mas leva o título.

Autor: - Categoria(s): Libertadores Tags: , , , , , , ,
29/05/2009 - 01:38

A CULPA É DELES?

Compartilhe: Twitter

Luxemburgo colocou o recém-chegado Obina em campo ainda no primeiro tempo da partida contra o Nacional, do Uruguai, e deixou no banco o esforçado Ortigoza. E na segunda etapa, o treinador foi vaiado ao trocar Keirrison pelo marcador Jumar.

Muricy não escalou Borges como titular no jogo de ida das quartas de final da Libertadores contra o Cruzeiro.

De modo geral, torcedores palmeirenses e são-paulinos reprovaram as decisões dos dois treinadores.

No Palestra Itália, o técnico do Palmeiras justificou a entrada de Obina pelo “momento psicológico”, já que o ex-flamenguista tinha o nome gritado nas arquibancadas desde antes de a bola rolar. Mas e o paraguaio Ortigoza, que havia entrado bem em quase todas as últimas partidas? Não seria a primeira opção para o setor?

No Morumbi, as reclamações de Borges ecoaram e provocaram mal-estar.

Como ainda faltam três semanas até a rodada de volta, os treinadores vão ter que buscar no Brasileirão os resultados que podem recuperar a paz para a definição de vagas nas semifinais da Libertadores.

Autor: - Categoria(s): Brasileirão, Libertadores Tags: , , , , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo