Publicidade

Publicidade

15/11/2009 - 17:18

HISTÓRIAS DAS COPAS 157

Compartilhe: Twitter

Antes de encantar o mundo e se tornar a sensação da Copa do Mundo de 74, a Holanda sofreu para se classificar na Europa. A disputa foi justamente contra a vizinha e rival Bélgica. As duas seleções terminaram com a mesma pontuação e os holandeses precisaram de um jogo-desempate para garantir a vaga. As surpresas das eliminatórias foram o Haiti, que deixou o México para trás, o Zaire, que superou maratona de quase 50 jogos na África para jogar o Mundial, e a Austrália, que debutou em copas depois de eliminar a Coreia do Sul na repescagem Ásia/Oceania.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , , , , ,
29/10/2009 - 16:37

HISTÓRIAS DAS COPAS 140

Compartilhe: Twitter

A Copa do Mundo de 70, no México, foi a primeira transmitida ao vivo para o Brasil, ainda em preto e branco. Vários países do mundo viram as partidas do Mundial com transmissão colorida pela primeira vez. Como espetáculo televisivo com grande audiência na Europa, o torneio expôs os jogadores ao calor intenso na altitude de algumas cidades mexicanas, como a capital do país, com algumas partidas marcadas para o meio-dia. A bola preta e branca também foi escolhida para ter melhorar visualização pela TV.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , ,
27/10/2009 - 16:25

HISTÓRIAS DAS COPAS 138

Compartilhe: Twitter

Quatro equipes que disputaram as quartas de final da Copa de 66 sequer conseguiram classificação para o Mundial de 70, no México. Na Europa, Portugal foi eliminado no grupo que tinha a Romênia e a campeã olímpica Hungria perdeu na classificação para a Tchecoslováquia. Na América do Sul, o Peru, do craque Cubillas, foi a surpresa ao garantir vaga e deixar a Argentina de fora. Já a Coreia do Norte não foi ao Mundial por se negar a jogar contra Israel.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , , , ,
09/10/2009 - 18:02

HISTÓRIAS DAS COPAS 120

Compartilhe: Twitter

A classificação para a Copa de 66 teve surpresas na Europa com as eliminações de duas seleções que foram destaques no Mundial do Chile, quatro anos antes: a Tchecoslováquia, vice-campeã, ficou atrás de Portugal e a Iugoslávia, semifinalista em 62, parou na França. Na zona África / Ásia / Oceania, várias desistências entre os inscritos colocaram Coreia do Norte e Austrália na briga por uma vaga. Com vitórias por 6×1 e 3×1, os coreanos chegaram ao Mundial para fazer história na Inglaterra.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , ,
19/09/2009 - 21:42

HISTÓRIAS DAS COPAS 101

Compartilhe: Twitter

A Copa do Mundo de 62, no Chile, não teve seleções asiáticas ou africanas, já que Marrocos e Coréia do Sul tiveram que jogar repescagem e perderam para os europeus Espanha e Iugoslávia. O México foi o único time da Concacaf a se classificar para o Mundial, depois de disputar a fase final contra Costa Rica e Antilhas Holandesas. Argentina, Uruguai e Colômbia entraram na competição como representantes da América do Sul. Da Europa, foram para a Copa avançaram times tradicionais como Itália, Alemanha Ocidental, Hungria e a campeã europeia União Soviética, além da Inglaterra, da Suíça, da Tchecoslováquia e da Bulgária.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
19/09/2009 - 21:34

HISTÓRIAS DAS COPAS 100

Compartilhe: Twitter

Depois de duas Copas seguidas na Europa, a Fifa fez valer um rodízio com o continente americano e escolheu o Chile como sede do Mundial em 1962. O número de participantes pouco cresceu e foram necessárias menos de 100 partidas eliminatórias para definição de 14 seleções classificadas para o torneio. Dois países garantiram vagas sem jogar: o Chile, dono da casa, e o Brasil, campeão mundial de 58.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , ,
30/08/2009 - 18:41

O MELHOR DO MUNDO EM AGOSTO

Compartilhe: Twitter

Quando pensei em registrar aqui no blog o melhor do mundo em cada mês do ano, não imaginava que alguns períodos pudessem impor tanta dificuldade para a escolha. Com Libertadores definida e uma data-Fifa que teve basicamente amistosos, valeram rodadas intermediárias do Brasileirão e o início de alguns dos principais campeonatos da Europa e da Champions League.

Nesse comecinho de temporada europeia, o Arsenal chamou a atenção, mas não houve um grande destaque individual. Messi iniciou 2009-2010 no Barcelona como terminou as últimas competição: vencendo. Ainda não fez cair o queixo como em meses anteriores, mas segue na liderança do ano.

Me atrevo, portanto, a escolher Diego como o grande destaque do futebol mundial no mês de agosto. O meia chegou à Juventus com grande expectativa e nem precisou apelar para a falta de entrosamento ou ao período de adaptação. Foi jogando bem logo de cara. E como já foi decisivo em um clássico fora de casa e com dois golaços (Roma 1×3 Juventus), Diego começa a reconstruir a sua estrada para disputar a Copa do Mundo do ano que vem, na África do Sul, pela seleção brasileira.

Autor: - Categoria(s): Brasileirão, Copa 2010, Copa Sul-americana, Futebol europeu, Seleção Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
13/08/2009 - 18:39

HISTÓRIAS DAS COPAS 63

Compartilhe: Twitter

A Suíça foi escolhida como sede da quinta edição dos mundiais de futebol da FIFA ainda em 1946. No total, 45 seleções fizeram inscrições nas eliminatórias para a Copa de 54, mas 10 delas sequer entraram em campo. Depois de um desempenho decepcionante nos Jogos Olímpicos de 52, a União Soviética resolveu não participar. Alemanha Ocidental e Japão voltaram a ser membros da Fifa e conseguiram vagas na Europa e na Ásia. Na América do Sul, a Argentina recusou convite novamente e os campeões uruguaios estavam classificados automaticamente.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , ,
25/07/2009 - 18:13

HISTÓRIAS DAS COPAS 44

Compartilhe: Twitter

O aumento significativo no interesse dos sul-americanos pelo futebol e a situação da Europa depois da Segunda Guerra foram fundamentais para que o Brasil fosse escolhido como sede da Copa de 50. Argentina e França desistiram do mundial em protesto contra o novo sistema de disputa com grupos na primeira fase e na etapa final e contra as distâncias entre sedes, que passavam de 3000 km em alguns casos.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , ,
24/07/2009 - 14:15

HISTÓRIAS DAS COPAS 43

Compartilhe: Twitter

Pouco depois do fim dos conflitos da Segunda Guerra Mundial, a Fifa organizou em 1946 um congresso em Luxemburgo para definir a sede do Mundial de 50. Com a Europa destruída, o Brasil foi escolhido para receber a Copa. O troféu do evento foi recuperado depois de passar meses escondido em uma caixa de sapatos debaixo da cama do vice-presidente da entidade Ottorino Barassi. Dirigentes brasileiros pressionaram a Fifa e conseguiram mudar o sistema de disputa do torneio, com grupos substituindo partidas eliminatórias na primeira fase.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , ,
Voltar ao topo