Publicidade

Publicidade

17/04/2009 - 03:00

BOM MOÇO

Compartilhe: Twitter

Essa é a imagem que pega para a garotada, pode acreditar. A do bom moço. Foi o que revelou uma pesquisa da IBOPE Inteligência e da Troiano Consultoria de Marca com jovens de todo o Brasil entre 15 e 19 anos sobre a relação deles com o esporte.

Mesmo mais de uma década depois de morrer, o tricampeão mundial de F-1 Ayrton Senna ainda mantém a primeira posição como maior ídolo da moçada. O craque do Milan Kaká e o piloto da Ferrari Felipe Massa também estão entre os mais lembrados.

Os prejuízos do nadador Michael Phelps com as imagens em que consumia droga passam por aí. Da mesma forma, as reações à propaganda de Ronaldo e ao rompimento de Beckham com uma marca de refrigerante. Imagem é tudo. Alguém já escreveu isso, né?

E o seu ídolo no esporte, é um bom moço? Quase todos os meus são. Confesso que dou valor à postura que um atleta quando não está em ação.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: , , , , , , , , ,
03/11/2008 - 04:37

INESQUECÍVEL

Compartilhe: Twitter

Interlagos viveu um dos dias mais incríveis da história do esporte neste domingo, com a decisão do mundial de F-1. O roteiro de cinema passou até pela chuva, que apareceu para dar mais emoção à largada e ao final da prova.

Lewis Hamilton ficou com o título e celebrou, mas mostrou sofrer na hora de decidir. Saem fortalecidos de Interlagos o brasileiro Felipe Massa, mais uma vez brilhante em casa e quase campeão do mundo, o espanhol Fernando Alonso, melhor piloto da parte final da temporada, e o jovem alemão Sebastian Vettel, que ultrapassou Hamilton no finalzinho do GP do Brasil.

Guardadas as proporções, a impressão é de que a Ferrari demorou muito a apostar em um dos seus pilotos para a briga pelo título. Como havia equilíbrio em relação ao desempenho dos carros, viu Massa perder para Hamilton, escolha declarada e por quem a McLaren trabalhou quase que exclusivamente o ano inteiro.

Autor: - Categoria(s): Fórmula 1 Tags: , ,
31/10/2008 - 17:37

COMBUSTÍVEL NAS VEIAS

Compartilhe: Twitter

Experimente juntar a última etapa do Mundial de Fórmula 1, um brasileiro com chances de conquistar o título e a corrida disputada no Brasil. São ingredientes suficientes para fazer do fim de semana que vem um momento especial para quem gosta de velocidade.

É a décima vez que trabalho na cobertura do GP do Brasil de F-1. Já ficou claro nesta sexta-feira que a prova de 2008 é especial. Como não sou especialista no assunto, deixo aqui comentários do meu companheiro de Rádio Bandeirantes, Celso Miranda, um dos jornalistas que mais conhecem o esporte a motor no Brasil.

Primeiro, é claro, a opinião sobre a corrida: Felipe Massa ganha. Líder do campeonato, o inglês Lewis Hamilton já começou errando nos treinos e deve dar muita emoção ao público, pois vai mostrar que sente toda a pressão que vem sofrendo.

E o título? Hamilton deve ser campeão.

Para finalizar, o futuro dos brasileiros: Massa sai fortalecido no ambiente da F-1 independente do resultado deste fim de semana. O brasileiro entrou no rol de pilotos de primeira linha. Nelsinho merece mesmo uma segunda chance, mas o ideal seria competir em outra equipe para evoluir mais num clima diferente do que ele vive na Renault. E Rubinho deve deixar a categoria, o que é um desperdício pela experiência que ele tem e pela vontade do brasileiro em um momento de mudanças técnicas na F-1.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: , ,
Voltar ao topo