Publicidade

Publicidade

25/11/2009 - 18:12

HISTÓRIAS DAS COPAS 167

Compartilhe: Twitter

Depois de treinar Ajax e Barcelona, o técnico holandês Rinus Michels assumiu a seleção do país meses antes da Copa do Mundo de 74, na Alemanha Ocidental. O grupo superou um racha entre jogadores do Feyenoord e do Ajax para mostrar um conjunto inimaginável para uma equipe formada às vésperas do torneio. As ideias de diminuir os espaços do adversário com a linha de impedimento e de comprimir as linhas táticas para permitir trocas de posições e movimentação constante formataram o “futebol total” holandês. A seleção brilhou logo na primeira fase com vitórias sobre o Uruguai por 2×0 e sobre a Bulgária por 4×1, além do empate por 0x0 contra a Suécia.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , , , ,
24/11/2009 - 14:54

HISTÓRIAS DAS COPAS 166

Compartilhe: Twitter

Apesar de só ter participado da Copa do Mundo em 1938, a Holanda chegou ao Mundial de 74 com o prestígio obtido pelos clubes em competições continentais, com quatro títulos seguidos na Copa Europeia de Clubes Campeões: um do Feyenoord, em 70, e três do Ajax, em 71, 72 e 73. A seleção, no entanto, ainda não colecionava bons resultados e não tinha o reconhecimento dos torcedores holandeses.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , ,
Voltar ao topo