Publicidade

Publicidade

29/05/2009 - 17:59

ORÇAMENTO SUPERESTIMADO PARA A COPA 2014

Compartilhe: Twitter

A opinião é de Jorge Hori, consultor do Sinaenco (Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva).

“Os números estão superestimados e deverão cair substancialmente. Para efeito da apresentação dos projetos, todo mundo joga lá para cima. Estados e municípios precisam de dinheiro do governo federal e apresentam propostas muito grandes para poder receber uma parte.”

O sindicato vai apresentar na semana que vem um relatório com desafios das cidades que vão receber jogos da Copa do Mundo de 2014 na estrutura esportiva, hoteleira, regional e urbana.

“Na parte esportiva, o problema maior é a sustentabilidade dos estádios depois da Copa, de acordo com o potencial de cada cidade para não termos ‘elefantes brancos’. Também é importante associar o potencial esportivo ao potencial turístico, especialmente em regiões como Amazônia e Pantanal”, afirma Hori.

“O transporte é um grande problema, mas não apenas para a Copa. Em São Paulo, por exemplo, é algo que não será resolvido”, completa.

Será muito importante acompanhar o destino de cada centavo. O dinheiro é nosso.

Autor: - Categoria(s): Copa 2014 Tags: , , , , , ,
Voltar ao topo