Publicidade

Publicidade

15/11/2009 - 23:00

STJD NÃO APITA!

Compartilhe: Twitter

O árbitro Leandro Vuaden pode até ter errado ao não expulsar Hugo e André Dias, do São Paulo, que tiveram forte desentendimento em campo durante o jogo contra o Vitória, no último sábado.

O que não pode é o Superior Tribunal de Justiça Desportiva achar que tem direito de rever as decisões da arbitragem pelas imagens. Se a CBF achar que Vuaden errou ao dar só o amarelo aos são-paulinos, o árbitro tem que ser punido.

O replay deve servir para o STJD punir atletas em lances que não tenham sido vistos durante os jogos. Mudar o que foi definido em campo é um absurdo.

Autor: - Categoria(s): Brasileirão Tags: , , , , , , , , , ,
20/10/2008 - 20:43

IMAGENS

Compartilhe: Twitter

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva ganhou a notoriedade que tem hoje há tres ou quatro anos. Em 2004, o tribunal ajudou o futebol brasileiro a educar torcedores com as punições de perda de mando de campo quando objetos eram atirados nos gramados ou quando os campos eram invadidos. No ano seguinte, o STJD foi alvo de críticas ao decidir, sem a análise de cada jogo, que 11 partidas fossem disputadas novamente no Brasileirão por causa da suposta influência da Máfia do Apito.

Nos últimos anos, o comando mudou, mas polêmicas continuaram. Algumas tinham mais a ver com a legislação, que deixa um abismo entre a maior punição para jogada hostil e a menor pena para agressão, quando a diferença na prática pode ser muito pequena.

Agora , no entanto, o problema é a febre de denúncias por imagens. Cada jogo tem muitas câmeras e é papel dos procuradores observar os lances que fugiram à visão da arbitragem. O que não se pode fazer é levar para o tribunal o que os árbitros já viram e interpretaram.

Se o responsável pelo apito viu a jogada e decidiu por um cartão amarelo, por exemplo, não cabe ao STJD rever o assunto para determinar uma eventual punição. Faz parte do trabalho do árbitro conhecer as regras e aplicá-las de acordo com a interpretação dos lances. Se não fizer isso direito, que seja punido pela Comissão de Arbitragem.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: ,
Voltar ao topo