Publicidade

Publicidade

25/09/2009 - 12:36

CBF vs CBF! DE NOVO!

Compartilhe: Twitter

É de impressionar o descaso da CBF com o Brasileirão. Marcar duas rodadas da competição para o período em que a seleção estará reunida para os últims jogos das Eliminatórias é um absurdo.

Como ficarão os clubes sem alguns de seus principais jogadores no momento decisivo?

Dunga não tem culpa na história e não pode economizar nos testes tão perto da Copa do Mundo. Por isso, chamou Victor, goleiro do Grêmio, Miranda, zagueiro do São Paulo, Sandro, volante do Inter, Diego Souza, meia do Palmeiras, Diego Tardelli, atacante do Atlético-MG e Adriano, atacante do Flamengo.

Bobagens de dirigentes à parte, foi boa a convocação de Dunga. Ainda acho que Fábio Aurélio (lateral-esquerdo do Liverpool), Diego (meia da Juventus) e Grafite (atacante do Wolfsburg) merecem oportunidades para testes.

Autor: - Categoria(s): Brasileirão, Copa 2010 Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
30/08/2009 - 18:41

O MELHOR DO MUNDO EM AGOSTO

Compartilhe: Twitter

Quando pensei em registrar aqui no blog o melhor do mundo em cada mês do ano, não imaginava que alguns períodos pudessem impor tanta dificuldade para a escolha. Com Libertadores definida e uma data-Fifa que teve basicamente amistosos, valeram rodadas intermediárias do Brasileirão e o início de alguns dos principais campeonatos da Europa e da Champions League.

Nesse comecinho de temporada europeia, o Arsenal chamou a atenção, mas não houve um grande destaque individual. Messi iniciou 2009-2010 no Barcelona como terminou as últimas competição: vencendo. Ainda não fez cair o queixo como em meses anteriores, mas segue na liderança do ano.

Me atrevo, portanto, a escolher Diego como o grande destaque do futebol mundial no mês de agosto. O meia chegou à Juventus com grande expectativa e nem precisou apelar para a falta de entrosamento ou ao período de adaptação. Foi jogando bem logo de cara. E como já foi decisivo em um clássico fora de casa e com dois golaços (Roma 1×3 Juventus), Diego começa a reconstruir a sua estrada para disputar a Copa do Mundo do ano que vem, na África do Sul, pela seleção brasileira.

Autor: - Categoria(s): Brasileirão, Copa 2010, Copa Sul-americana, Futebol europeu, Seleção Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
23/08/2009 - 11:09

HISTÓRIAS DAS COPAS 73

Compartilhe: Twitter

A seleção brasileira estava recheada de craques na Copa de 54, na Suíça. Um dos artilheiros do time, com dois gols em três jogos, Julinho Botelho disputou o seu único mundial de futebol. Revelado pelo Juventus, brilhou na Portuguesa e foi vendido para a Fiorentina. Abriu mão de disputar a Copa de 58 por jogar fora do Brasil. Virou ídolo na Itália e voltou ao Brasil para encerrar a carreira no Palmeiras. Excelente na ponta-direita, Julinho marcou a história do futebol brasileiro em 59 ao transformar em aplausos com uma grande atuação as vaias que recebia da torcida no Maracanã por ter deixado Garrincha na reserva em jogo contra a Inglaterra.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
06/11/2008 - 04:49

IDENTIFICAÇÃO

Compartilhe: Twitter

Quanto vale para a Juventus ter no time um jogador como Alessandro Del Piero? No caso específico trata-se de um jogador diferenciado tecnicamente, que motivou este texto por ter colocado no bolso o jogo contra o Real Madrid, na Espanha, pela Liga dos Campeões da Europa. Saiu aplaudido do Santiago Bernabéu, um dos templos do futebol mundial.

O camisa 10 completa no próximo domingo 34 anos, dos quais os últimos 15 ele passou no clube de Turim. Foi campeão europeu, muitas vezes campeão italiano, representou o time na azzurra campeã mundial e fez uma espetacular Série B quando a Juve ficou no centro do escândalo do Calciocaos.

Das muitas coisas boas que se pode fazer com o dinheiro que os principais clubes europeus tem, manter um grande jogador no elenco por tanto tempo talvez seja a mais importante. E com isso poder criar a identificação fantástica que Del Piero tem com a Juventus, que Totti tem com a Roma, Maldini com o Milan, Gerrard com o Liverpool.

Pobre futebol brasileiro, pobres times e torcedores. Muitos já arrumaram os seus times para torcer na Europa, quase sempre uma conseqüência da saudade que um craque deixou.

Autor: - Categoria(s): Futebol europeu Tags: , ,
Voltar ao topo