Publicidade

Publicidade

21/09/2009 - 15:56

O PORQUÊ DO EQUILÍBRIO

Compartilhe: Twitter

Quase todo mundo com quem conversei nas últimas semanas aponta Palmeiras, São Paulo e Inter como os três times que têm condições de brigar pelo título do Brasileirão. E já está claro que a disputa será muito equilibrada, próxima do que temos hoje, com apenas um ponto entre as três equipes.

Mais incrível, no entanto, é olhar a tabela e perceber que o Santos, 12º colocado, está oito pontos atrás da liderança. Não é lá uma diferença tão grande. É verdade que o Palmeiras ainda joga nesta quarta-feira, mas a disputa do campeonato nacional por pontos corridos nunca esteve tão nivelada.

Há quem atribua o fato à baixa qualidade dos times ou até à crise, que limitou investimentos de clubes europeus e possibilitou a permanência de alguns talentos e o retorno de outros.

Prefiro acreditar que a competição acirrada seja, maior parte, fruto do aprendizado de muitos dirigentes e treinadores, que agora sabem melhor como lidar com a temporada do jeito que ela é no futebol brasileiro. Planejar, respeitar prazos de projetos, buscar receitas alternativas e organizar investimentos. Ainda é preciso avançar muito, especialmente no que diz respeito ao torcedor como consumidor do espetáculo, mas é bom ver que ideias que pareciam estranhas ao futebol brasileiro comecem a render frutos.

Autor: - Categoria(s): Brasileirão Tags: , , , , , ,
09/08/2009 - 17:55

HISTÓRIAS DAS COPAS 59

Compartilhe: Twitter

O técnico Flávio Costa manteve o time da vitória sobre a Iugoslávia para o início do quadrangular decisivo da Copa de 50. Quase 140 mil torcedores foram ao Maracanã ver um show de Ademir de Menezes, que marcou quatro vezes na goleada por 7×1 sobre a Suécia. Completaram o placar Maneca e Chico, que fez dois gols. O resultado colocou o Brasil na liderança, já que Uruguai e Espanha empataram por 2×2 no mesmo dia 9 de julho, só que no
Pacaembu.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , , , ,
26/07/2009 - 19:47

O LADO BOM E O RUIM

Compartilhe: Twitter

Muricy Ramalho assume o Palmeiras definitivamente nesta segunda-feira e a estreia está marcada para quarta contra o Fluminense no Palestra Itália.

Não tinha como receber o elenco com astral melhor depois da vitória por 3×0 no clássico contra o Corinthians que fez a equipe encostar no Atlético-MG na briga pela liderança do Brasileirão.

Por outro lado, a expectativa pelos resultados do trabalho dele é enorme. E o que se pode esperar de um treinador que ganhou as últimas três edições do campeonato nacional? E que pega o time quase na primeira posição? Melhorar é só levar a taça para o Palestra Itália. A única opção de Muricy para ter sucesso nesta temporada. As chances são boas…

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: , , , , , , , , ,
Voltar ao topo