Publicidade

Publicidade

06/05/2009 - 01:00

O MÍNIMO PODE SER SUFICIENTE

Compartilhe: Twitter

Os regulamentos que têm os gols fora de casa como critério de desempate fazem de vitórias por 1×0 em casa, antes magras e às vezes insuficientes, bons resultados em jogos de ida de confrontos eliminatórios.

Foi assim no duelo brasileiro nas oitavas da Libertadores entre Palmeiras e Sport. O resultado obriga o time pernambucano a sair para o jogo em casa e morrer de medo de um golzinho palmeirense, que pode tornar tudo ainda mais difícil. Para os paulistas, o problema será acertar a defesa, que adora dar sustos no torcedor, para segurar o adversário e a vantagem.

E funcionou para o Manchester United, que, diga-se de passagem, tem o melhor sistema defensivo do mundo. O campeão europeu abriu logo 2×0 para cima do Arsenal e garantiu em Londres a vaga na decisão da Liga dos Campeões. Ajudado, e muito, pela vantagem obtida pelo placar de 1×0 no primeiro jogo.

Com essa regra, jogos de volta serão quase sempre muito mais interessantes do que os de ida.

Autor: - Categoria(s): Futebol europeu, Libertadores Tags: , , , , , , ,
26/02/2009 - 00:46

QUARTA-FEIRA

Compartilhe: Twitter

O dia foi uma maravilha para quem gosta de futebol. Vou falar do que vi, começando pela Liga dos Campeões. Bom jogo entre Chelsea e Juventus, na vitória do time inglês por 1×0. Não acho que o time inglês tenha resolvido jogar depois da saída de Felipão. Os últimos resultados poderiam ter sido obtidos com o treinador brasileiro no comando.

Grande desempenho do Liverpool na vitória sobre o Real Madrid, na Espanha, por 1×0. E excelente o resultado do Bayern de Munique em Portugal: goleada por 5×0 sobre o Sporting, vaga nas quartas garantida e um pouco de sossego para o técnico Jürgen Klinsmann.

No Paulistão, valeu a pena ver os 90 e poucos minutos de São Caetano 3×4 Palmeiras. A bola não parou. Emoção o tempo todo. Foram alguns erros e muitos acertos dos dois lados. Até pela superioridade técnica, o Palmeiras mereceu a vitória e poderia ter feito uns oito se não fosse a boa atuação do goleiro Luiz. Depois de levar 2×0 em menos dez minutos, os palmeirenses mostraram força para reagir. Apesar da derrota, o time do ABC mostrou ser bem montado pelo técnico Vadão e tem tudo para terminar a primeira fase na parte de cima da tabela, entre os 10 melhores.

A quarta-feira foi uma pena para os brasileiros na Libertadores. O Cruzeiro tentou cozinhar o jogo com a vantagem de 1×0 e a expulsão de Wellington Paulista ao final do primeiro tempo, mas foi castigado nos acréscimos e perdeu dois pontos com o empate por 1×1. O Grêmio perdeu gols demais e acabou o dia lamentando o 0x0 com a Universidad de Chile.

Autor: - Categoria(s): Estaduais, Futebol europeu, Libertadores Tags: , , , , , , , ,
24/02/2009 - 20:00

GOLEIROS DO BRASIL

Compartilhe: Twitter

Os primeiros quatro jogos de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa (Atlético de Madrid 2×2 Porto, Lyon 1×1 Barcelona, Arsenal 1×0 Roma, Inter 0x0 Manchester United) tiveram um golaço de Juninho Pernambucano e outros destaques brasileiros debaixo das traves.

Hélton levou um baita frango, mas foi consolado por companheiros quando o Porto arrancou o bom empate fora de casa contra o Atlético. Já Júlio César teve mais uma atuação impecável e foi decisivo no empate da Inter com o Manchester United.

O ex-goleiro do Flamengo vive a melhor fase da carreira. Muito seguro e experiente, Júlio briga hoje pela condição de melhor goleiro do mundo, status que Marcos, Dida e Rogério Ceni atingiram nos últimos anos. E para o futuro o Brasil tem Renan, do Valencia, Diego Alves, do Almería, e Diego Cavalieri, do Liverpool. A posição está garantida.

Autor: - Categoria(s): Futebol europeu, Seleção Tags: , , , ,
06/11/2008 - 04:49

IDENTIFICAÇÃO

Compartilhe: Twitter

Quanto vale para a Juventus ter no time um jogador como Alessandro Del Piero? No caso específico trata-se de um jogador diferenciado tecnicamente, que motivou este texto por ter colocado no bolso o jogo contra o Real Madrid, na Espanha, pela Liga dos Campeões da Europa. Saiu aplaudido do Santiago Bernabéu, um dos templos do futebol mundial.

O camisa 10 completa no próximo domingo 34 anos, dos quais os últimos 15 ele passou no clube de Turim. Foi campeão europeu, muitas vezes campeão italiano, representou o time na azzurra campeã mundial e fez uma espetacular Série B quando a Juve ficou no centro do escândalo do Calciocaos.

Das muitas coisas boas que se pode fazer com o dinheiro que os principais clubes europeus tem, manter um grande jogador no elenco por tanto tempo talvez seja a mais importante. E com isso poder criar a identificação fantástica que Del Piero tem com a Juventus, que Totti tem com a Roma, Maldini com o Milan, Gerrard com o Liverpool.

Pobre futebol brasileiro, pobres times e torcedores. Muitos já arrumaram os seus times para torcer na Europa, quase sempre uma conseqüência da saudade que um craque deixou.

Autor: - Categoria(s): Futebol europeu Tags: , ,
Voltar ao topo