Publicidade

Publicidade

01/10/2009 - 15:48

OS MELHORES DO MUNDO… ATÉ SETEMBRO

Compartilhe: Twitter

Faltam menos de três meses para acabar o ano de 2009 e já dá para ter uma boa ideia de quem vai brigar pelo título de melhor da temporada e quem está próximo de vencer.

Depois de escolher os principais jogadores de setembro, decidi reunir aqui os vencedores dos meses anteriores para dimensionar como está a disputa até agora.

Messi lidera como o melhor em janeiro, fevereiro e maio. Foi o craque do título europeu do Barcelona em uma temporada que ainda teve títulos da Liga Espanhol e da Copa do Rei. É o favorito, mas não foi bem com a seleção argentina e corre risco de ficar fora da Copa do Mundo.

JANEIRO – Messi
FEVEREIRO – Messi
MARÇO – Gerrard
ABRIL – Iniesta, Cech, Raul, Cristiano Ronaldo, Arshavin, Grafite, Ronaldo
MAIO – Messi
JUNHO – Luis Fabiano
JULHO – Verón
AGOSTO – Diego
SETEMBRO – Kaká, Xavi

Autor: - Categoria(s): Brasileirão, Copa 2010, Futebol europeu, Libertadores, Seleção Tags: , , , , , , , , , , , , ,
30/09/2009 - 15:48

O MELHOR DO MUNDO EM SETEMBRO

Compartilhe: Twitter

O mês de setembro teve jogos decisivos das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2010 e eles tiveram peso importante na análise dos melhores jogadores do planeta nesse período.

E foi exatamente por isso que Messi não faturou mais um mês. Considerando apenas o Barcelona, considero que ninguém jogou mais que o argentino. No entanto, o baixinho não fez diferença nos duelos contra Brasil e Paraguai que deixaram a Argentina com a classificação ameaçada para a Copa de 2010.

Bom desempenho tanto nos clubes como nas seleções premiaram os regulares Kaká, craque brasileiro do Real Madrid, e Xavi, craque espanhol do Barcelona. Os dois estarão no Mundial da África do Sul, no ano que vem, e têm tudo para brilhar ao longo da temporada nos seus poderosos clubes.

Mesmo mais distante do gol e dividindo holofotes no Real Madrid com Cristiano Ronaldo, que tem marcado mais gols, Kaká assumiu o papel de liderança e tem armado com talento e inteligência as jogadas ofensivas da equipe espanhola como faz na seleção.

Xavi alia grande capacidade física com categoria para fazer deslocamentos e passes precisos, oferecendo muita qualidade ao meio na Espanha e na seleção espanhola.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Futebol europeu Tags: , , , , , , , , , , , ,
30/08/2009 - 18:41

O MELHOR DO MUNDO EM AGOSTO

Compartilhe: Twitter

Quando pensei em registrar aqui no blog o melhor do mundo em cada mês do ano, não imaginava que alguns períodos pudessem impor tanta dificuldade para a escolha. Com Libertadores definida e uma data-Fifa que teve basicamente amistosos, valeram rodadas intermediárias do Brasileirão e o início de alguns dos principais campeonatos da Europa e da Champions League.

Nesse comecinho de temporada europeia, o Arsenal chamou a atenção, mas não houve um grande destaque individual. Messi iniciou 2009-2010 no Barcelona como terminou as últimas competição: vencendo. Ainda não fez cair o queixo como em meses anteriores, mas segue na liderança do ano.

Me atrevo, portanto, a escolher Diego como o grande destaque do futebol mundial no mês de agosto. O meia chegou à Juventus com grande expectativa e nem precisou apelar para a falta de entrosamento ou ao período de adaptação. Foi jogando bem logo de cara. E como já foi decisivo em um clássico fora de casa e com dois golaços (Roma 1×3 Juventus), Diego começa a reconstruir a sua estrada para disputar a Copa do Mundo do ano que vem, na África do Sul, pela seleção brasileira.

Autor: - Categoria(s): Brasileirão, Copa 2010, Copa Sul-americana, Futebol europeu, Seleção Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
27/05/2009 - 18:00

MAUS PERDEDORES

Compartilhe: Twitter

Nos últimos anos, o time do Manchester United mostrou saber ganhar títulos como poucos na história do futebol. Nesta quarta-feira, em Roma, o esquadrão comandado por Alex Ferguson revelou que ainda precisa aprender a perder.

A final da Liga dos Campeões da Europa 2008-2009 colocou o Barcelona no topo do mundo, com destaques para o craque Messi, para os fantásticos Xavi, Iniesta e Eto’o e para o jovem treinador Josep Guardiola, agora gravado na história como o responsável pelo triplete (Liga Espanhola, Copa do Rey e Liga dos Campeões da Europa).

Depois de aperto inicial dos ingleses, o Barça passou a dominar o jogo decisivo com o gol de Eto’o antes dos 10 minutos do primeiro tempo. O controle se deu, muitas vezes, com toques de bola de pé em pé no campo ofensivo.

A postura deixou o Manchester United quase sem ação, mesmo com as entradas de Tevez e Berbatov. Aliás, alguém entende a insistência com Park? Longe do gol, Cristiano Ronaldo resolveu inverter a lógica e começou a fazer jogadas violentas. Foram três para cima do defensor Puyol. Perto do fim da partida, o experiente Paul Scholes deu uma entrada indescritível em Busquets. Uma vergonha o árbitro Massimo Bussaca não aplicar o cartão vermelho.

Um vice-campeão pode ser mais elegante.

Autor: - Categoria(s): Futebol europeu Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo