Publicidade

Publicidade

22/10/2009 - 00:20

O QUE ACONTECE COM O PALMEIRAS?

Compartilhe: Twitter

Um ponto em quatro rodadas. Três derrotas seguidas. E ainda líder do Brasileirão. Há alguma coisa na má fase do Palmeiras que ainda não foi revelada, mas deve ir além do simples ato de jogar futebol.

Não é possível entender a absurda queda de rendimento sem motivo aparente. É verdade que a equipe não tinha feito até então um campeonato brilhante, mas perdeu quase tudo.

A defesa não segura ninguém e toma gols até mesmo dos ataques mais frágeis da competição. No meio, os meias se escondem na marcação e os volantes não conseguem armar. No ataque, Vagner Love ainda volta para tentar alguma coisa.

E as mudanças do técnico Muricy Ramalho não têm surtido efeito ou alterado a maneira do time jogar. É um time sem criatividade e que parece assustado com os maus resultados.

Será que ainda terá forças para brigar pelo título brasileiro?

Autor: - Categoria(s): Brasileirão Tags: , , ,
26/07/2009 - 19:47

O LADO BOM E O RUIM

Compartilhe: Twitter

Muricy Ramalho assume o Palmeiras definitivamente nesta segunda-feira e a estreia está marcada para quarta contra o Fluminense no Palestra Itália.

Não tinha como receber o elenco com astral melhor depois da vitória por 3×0 no clássico contra o Corinthians que fez a equipe encostar no Atlético-MG na briga pela liderança do Brasileirão.

Por outro lado, a expectativa pelos resultados do trabalho dele é enorme. E o que se pode esperar de um treinador que ganhou as últimas três edições do campeonato nacional? E que pega o time quase na primeira posição? Melhorar é só levar a taça para o Palestra Itália. A única opção de Muricy para ter sucesso nesta temporada. As chances são boas…

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: , , , , , , , , ,
10/07/2009 - 13:51

"QUERO FICAR NO BRASIL", DIZ MURICY

Compartilhe: Twitter

Muricy Ramalho quer trabalhar no Brasil. Em entrevista exclusiva a Estevan Ciccone e Cláudio Zaidan, na Rádio Bandeirantes, o ex-técnico do São Paulo elogiou dirigentes do Palmeiras e explicou o que motivou a recusa ao clube. “Primeiro eu achava que teria que ter um tempo para rescisão com o São Paulo. Não se pode sair um companheiro de profissão e entrar outro em seguida. Por isso eu dei um tempo. Só foi o acerto financeiro. (Os dirigentes do Palmeiras) São pessoas do bem e responsáveis pelo clube. Não deu certo e vou continuar o meu descanso.”

Muricy garante que não estuda nenhuma proposta neste momento. “Todo ano vem alguma coisa do Oriente Médio, mas não é o que eu quero. Quero ficar no Brasil.”

O treinador comemorou o carinho de são-paulinos que foram contra a saída dele e palmeirenses que pediam o acerto e revelou que não negocia com clube que tenha treinador em atividade. “Acho a pior coisa você ser técnico de um clube e os caras estarem conversando com outro. Acho isso feio demais. Não adianta nenhum clube com treinador tentar conversar comigo.”

Ouça a entrevista de Muricy Ramalho à Rádio Bandeirantes

Autor: - Categoria(s): Brasileirão, Libertadores Tags: , , , , , , ,
05/04/2009 - 22:07

ENFIM, AS SEMIFINAIS

Compartilhe: Twitter

O Paulistão chega ao que interessa com os grandes times do estado classificados para as semifinais. Depois de 19 rodadas com times mistos e superioridade clara de quem tem mais dinheiro e mais torcida, a promessa é de muito equilíbrio para Palmeiras x Santos e São Paulo x Corinthians. Abaixo, tento explicar o que espero de cada um dos times e os motivos pelos quais considero o São Paulo o favorito ao título.

Palmeiras: Tem bom time, mas oscilou demais na reta final da 1a fase do Paulistão. Ainda não acertou o sistema defensivo. Depende demais do resultado do confronto contra o Sport pela Libertadores e da reação ao que acontecer em Recife. Se vencer, o time pode se empolgar ou priorizar totalmente a competição internacional. Se perder, pode entrar em depressão ou então largar mão de vez da Libertadores para se dedicar de forma integral ao estadual.
 
São Paulo: Principal favorito ao título pela tranquilidade de estar bem na Libertadores e por ter crescido de produção nas últimas rodadas do Paulistão. O time ainda tem a confiança de uma camisa que carrega os títulos brasileiros das três temporadas passadas (2006, 2007 e 2008) e a força do bom trabalho do técnico Muricy Ramalho.
 
Corinthians: Mano Menezes ainda tem decisões questionadas pela torcida e o time vai esperar que Ronaldo decida as partidas, jogando em função dele. Se o Fenômeno funcionar, a torcida pode se inflamar e colocar a equipe em condições de brigar pela taça. Passar pelo São Paulo pode ser mais difícil do que a decisão.
 
Santos: O grupo está empolgado por ter chegado no sufoco às semifinais do Paulistão, no entanto, o técnico Vagner Mancini precisou de sorte e de um ótimo trabalho do artilheiro Kléber Pereira para colocar o time entre os quatro melhores. Tecnicamente, ainda está atrás dos concorrentes. Bons jogos de Neymar podem fazer a diferença.

Autor: - Categoria(s): Estaduais, Libertadores Tags: , , , , , , , , , , , , ,
02/04/2009 - 22:49

COMEÇAR DO ZERO

Compartilhe: Twitter

Muricy Ramalho pede para que os cartões sejam zerados para a fase decisiva do Paulistão e argumenta:

(ouça aqui)

E olha que o técnico do São Paulo conseguiu fazer com que seus cinco titulares que estavam pendurados (André Dias, Rodrigo, Jean, Hernanes e Jorge Wagner) levassem o terceiro amarelo para cumprir suspensão na última rodada da primeira fase contra o São Caetano.

Do seu jeito, Muricy faz questão de dizer que não reclama por casuísmo, ou seja, apenas para defender seus próprios interesses. Até mesmo por já ter preservado quase todo o time titular para as semifinais da competição.

O treinador tem razão quando pondera. A ideia de punir a repetição de cartões amarelos vale, no meu entender, para longas competições. Uma vez que é chegado o mata-mata, cada jogo é uma decisão e cada etapa começa praticamente do zero, com exceção a uma ou outra vantagem por melhor campanha.

As suspensões podem ser cruéis nesses casos se consideramos que nem todos os árbitros têm os mesmos critérios e que alguns erram feio quando aplicam os amarelos. É extremamente decepcionante ver uma advertência, muitas vezes em lance bobo, se transformar em ausência em jogo importante. Da mesma forma, é difícil imaginar os atletas preocuados com isso o tempo todo.

O problema todo para o caso em questão é o seguinte: não se deve mudar as regras para campeonato em andamento. Portanto, o que está feito neste Paulistão deve permanecer, errado ou não. Não se pode ser injusto. A coisa deve ser pensada para outros torneios e para os próximos anos.

Autor: - Categoria(s): Estaduais Tags: , ,
19/02/2009 - 02:13

AS ALTERNATIVAS DE MURICY

Compartilhe: Twitter

O técnico do São Paulo não esbravejou ao ser perguntado sobre a possibilidade de usar um trio de atacantes, Borges e Dagoberto abertos e Washington pelo meio, depois do empate por 1×1 com o Independiente Medellín, da Colômbia, pela Libertadores.

Muricy Ramalho não quer, no entanto, perder o poder de marcação. Outro problema é pensar em quem deve deixar o time. Se for o meia Hugo, o time pode ter reduzida a força na armação, com Hernanes sobrecarregado. Caso tire um dos zagueiros, o treinador muda a estrutura tática que vem funcionando desde o ano passado.

Outra opção é usar Junior César na ala-esquerda e contar com Jorge Wagner no meio-campo. Na direita, segue a encrenca do ano passado. Wagner Diniz ainda não se firmou e Zé Luis teve queda de rendimento em relação ao ano passado.

Autor: - Categoria(s): Libertadores, Sem categoria Tags: , ,
Voltar ao topo