Publicidade

Publicidade

16/09/2009 - 12:27

HISTÓRIAS DAS COPAS 97

Compartilhe: Twitter

O Brasil teve o retorno de Vavá ao time titular na semifinal da Copa de 58 contra a França e ele abriu o placar logo aos 2 minutos de jogo no estádio Rasunda. O artilheiro Fontaine empatou em seguida. Aos 37 minutos do primeiro tempo, Vavá tirou de campo o zagueiro Jonquet com uma dividida, que alguns acusaram de ter sido desleal. Pouco depois, Didi colocou o Brasil na frente e Pelé balançou três vezes as redes adversárias. A vitória por 5×2 colocava o Brasil pela segunda vez na história em uma final de mundial. Na outra semifinal, a Suécia bateu a Alemanha Ocidental por 3×1.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , , , ,
12/09/2009 - 14:17

HISTÓRIAS DAS COPAS 93

Compartilhe: Twitter

Localizado em Solna, nos arredores da capital sueca Estocolmo, o estádio Rasunda foi o grande palco da Copa do Mundo de 58. Construído em um terreno pequeno, o Rasunda tem como característica ter os torcedores bem próximos da ação do campo de jogo. Em 95, o estádio recebeu também a final da Copa do Mundo feminina de futebol. Uma reforma completa, marcada para terminar em 2011, vai dar ao Rasunda um teto retrátil com a mesma capacidade de 50 mil torcedores.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , ,
Voltar ao topo