Publicidade

Publicidade

20/10/2009 - 15:42

HISTÓRIAS DAS COPAS 131

Compartilhe: Twitter

Com apenas 20 anos de idade, Franz Beckenbauer estreou em mundiais na Copa de 66, na Inglaterra, pela seleção da Alemanha Ocidental. O jogador do Bayern de Munique já se mostrava um grande defensor que tinha também incrível capacidade para atacar, redefinindo a função de líbero no futebol. Beckenbauer marcou dois gols na estreia contra a Suíça e terminou a Copa como vice-campeão e autor de quatro gols.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , ,
19/09/2009 - 21:42

HISTÓRIAS DAS COPAS 101

Compartilhe: Twitter

A Copa do Mundo de 62, no Chile, não teve seleções asiáticas ou africanas, já que Marrocos e Coréia do Sul tiveram que jogar repescagem e perderam para os europeus Espanha e Iugoslávia. O México foi o único time da Concacaf a se classificar para o Mundial, depois de disputar a fase final contra Costa Rica e Antilhas Holandesas. Argentina, Uruguai e Colômbia entraram na competição como representantes da América do Sul. Da Europa, foram para a Copa avançaram times tradicionais como Itália, Alemanha Ocidental, Hungria e a campeã europeia União Soviética, além da Inglaterra, da Suíça, da Tchecoslováquia e da Bulgária.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
29/08/2009 - 16:02

HISTÓRIAS DAS COPAS 79

Compartilhe: Twitter

Mesmo com o vice na Copa de 54, a incrível Hungria não poderia ficar sem o artilheiro do Mundial da Suíça. O ataque húngaro de 27 gols marcados em cinco jogos foi comandado pelo craque Ferenc Puskas, que balançou as redes quatro vezes, mas o goleador do torneio foi Sandor Kocsis, que nas mesmas cinco partidas disputadas pelos húngaros, marcou 11 vezes, uma média impressionante de mais de dois gols por jogo.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , ,
28/08/2009 - 13:44

HISTÓRIAS DAS COPAS 78

Compartilhe: Twitter

Depois da vitória por 8×3 na primeira fase, a Hungria reencontraria a Alemanha Ocidental na grande final da Copa do Mundo de 54, na Suíça. Mais da metade dos 60 mil torcedores eram alemães, maioria também porque o regime comunista impedia húngaros de deixarem o país com medo de deserções. Pioneira no aquecimento, a Hungria já tinha 2×0 no placar aos oito minutos, mas viu a Alemanha virar no encharcado gramado do estádio Wankdorf para 3×2, com dois gols de Rahn. O capitão Fritz Walter, homem de confiança do técnico Sepp Herberger, recebeu o troféu das mãos do presidente da FIFA, Jules Rimet.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , ,
26/08/2009 - 11:56

HISTÓRIAS DAS COPAS 76

Compartilhe: Twitter

Um grande encontro marcou as quartas de final da Copa de 54. O Uruguai, campeão do mundo, marcou 4×2 na Inglaterra e se classificou para enfrentar a Hungria, que derrotou o Brasil pelo mesmo placar. Do outro lado da chave, a Suíça, dona da casa, foi eliminada ao perder de virada para a Áustria por 7×5 e a Alemanha Ocidental seguiu na disputa pelo título com vitória sobre a Iugoslávia por 2×0.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , ,
25/08/2009 - 18:26

HISTÓRIAS DAS COPAS 75

Compartilhe: Twitter

Mais de 60 mil pessoas encheram o estádio Wankdorf, em Berna, para o duelo entre o Brasil, vice em 50, e a Hungria, sensação da Copa, pelas quartas de final do Mundial de 54, na Suíça. A seleção não teve tempo para respirar e levou dois gols logo no início da partida. Com a vantagem, os húngaros dominaram a partida, que ficou tensa no segundo tempo, com expulsões de Nilton Santos e Humberto Tozzi pelo Brasil e Boszik pela Hungria. A vitória por 4×2 na Batalha de Berna levou os húngaros às semifinais e eliminou a seleção brasileira.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , , ,
24/08/2009 - 18:03

HISTÓRIAS DAS COPAS 74

Compartilhe: Twitter

Um cruzamento no mínimo estranho colocou uma pedreira no caminho do Brasil nas quartas de final da Copa do Mundo de 54, na Suíça. O regulamento previa o encontro dos campeões das chaves e os times que ficaram em 2º lugar tiveram pela frente equipes que também terminaram na 2ª posição em seus grupos. Com isso, a seleção brasileira, campeã do grupo 1, teve que enfrentar a Hungria, que venceu a chave 2 com vitórias por 9×0 sobre a Coréia e 8×3 sobre a Alemanha Ocidental.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , ,
23/08/2009 - 11:09

HISTÓRIAS DAS COPAS 73

Compartilhe: Twitter

A seleção brasileira estava recheada de craques na Copa de 54, na Suíça. Um dos artilheiros do time, com dois gols em três jogos, Julinho Botelho disputou o seu único mundial de futebol. Revelado pelo Juventus, brilhou na Portuguesa e foi vendido para a Fiorentina. Abriu mão de disputar a Copa de 58 por jogar fora do Brasil. Virou ídolo na Itália e voltou ao Brasil para encerrar a carreira no Palmeiras. Excelente na ponta-direita, Julinho marcou a história do futebol brasileiro em 59 ao transformar em aplausos com uma grande atuação as vaias que recebia da torcida no Maracanã por ter deixado Garrincha na reserva em jogo contra a Inglaterra.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
21/08/2009 - 15:17

HISTÓRIAS DAS COPAS 71

Compartilhe: Twitter

O Brasil iniciou a campanha na Copa do Mundo de 54, na Suíça, na cidade de Genebra. Diante de 13 mil pessoas no estádio de Charmilles, a seleção passou fácil pelo México ao vencer por 5×0, com gols de Baltazar, Julinho, Didi e dois de Pinga. No grupo 1, a equipe brasileira ainda enfrentaria a Iugoslávia, mas não teria confronto contra a França, graças ao sistema de disputa com cabeças-de-chave.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: , , , , , , , , , , , ,
20/08/2009 - 19:49

HISTÓRIAS DAS COPAS 70

Compartilhe: Twitter

Suíça, Inglaterra, Itália e Bélgica formaram o grupo 4 da Copa do Mundo de 54, disputada em território suíço. Pela primeira vez na história uma chave foi formada por seleções do mesmo continente, no caso, quatro equipes européias. Os suíços, donos da casa, avançaram às quartas de final com duas vitórias sobre a Itália e uma derrota para a Inglaterra. No jogo que valia vaga na semifinal, a Suíça abriu 3×0 sobre a Áustria, mas levou uma virada incrível e perdeu por 7×5. Os 12 gols do jogo são um recorde na história das copas.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo