Publicidade

Publicidade

25/11/2009 - 18:12

HISTÓRIAS DAS COPAS 167

Compartilhe: Twitter

Depois de treinar Ajax e Barcelona, o técnico holandês Rinus Michels assumiu a seleção do país meses antes da Copa do Mundo de 74, na Alemanha Ocidental. O grupo superou um racha entre jogadores do Feyenoord e do Ajax para mostrar um conjunto inimaginável para uma equipe formada às vésperas do torneio. As ideias de diminuir os espaços do adversário com a linha de impedimento e de comprimir as linhas táticas para permitir trocas de posições e movimentação constante formataram o “futebol total” holandês. A seleção brilhou logo na primeira fase com vitórias sobre o Uruguai por 2×0 e sobre a Bulgária por 4×1, além do empate por 0x0 contra a Suécia.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , , , ,
09/11/2009 - 19:24

HISTÓRIAS DAS COPAS 151

Compartilhe: Twitter

Na despedida do estádio Jalisco, em Guadalajara, palco de cinco jogos do Brasil na Copa de 70, no México, Pelé, brindou a torcida com uma jogada genial ao driblar o goleiro uruguaio Mazurkiewicz com o corpo e quase marcar um gol antológico. O Uruguai abriu o placar no primeiro tempo e o Brasil só empatou aos 44 minutos, com Clodoaldo. Jairzinho virou o jogo aos 31 minutos da segunda etapa e Rivellino fechou o placar. A vitória por 3×1 colocou o Brasil na decisão pela quarta vez.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , ,
08/11/2009 - 11:08

HISTÓRIAS DAS COPAS 150

Compartilhe: Twitter

Gérson e Rivellino voltaram à escalação da seleção brasileira para o jogo que valia vaga nas semifinais da Copa de 70, no México, contra o Peru, surpresa do Mundial comandada pelo craque Cubillas e treinada pelo brasileiro Didi. Rivellino abriu o placar, Tostão marcou duas vezes e Jairzinho completou o placar de 4×2 da vitória brasileira. Ainda pelas quartas de final, a Alemanha Ocidental precisou de prorrogação para eliminar a Inglaterra, a Itália goleou o México por 4×1 e o Uruguai superou a União Soviética no tempo extra.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
02/11/2009 - 12:23

HISTÓRIAS DAS COPAS 144

Compartilhe: Twitter

As 16 seleções classificadas para a Copa do Mundo do México, em 70, foram divididas em quatro grupos na primeira fase. União Soviética e México avançaram no grupo 1, Itália e Uruguai passaram na chave 2, Brasil e Inglaterra conseguiram classificação no grupo 3 e na chave 4, Alemanha Ocidental e Peru garantiram as primeiras posições e vagas nas quartas de final do torneio.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , ,
21/10/2009 - 12:43

HISTÓRIAS DAS COPAS 132

Compartilhe: Twitter

A vitória da Inglaterra sobre a Argentina por 1×0 nas quartas de final da Copa de 66 foi tumultuada. Expulso ainda no 1º tempo, o capitão argentino Rattin ficou inconformado e levou oito minutos para deixar o gramado. Ao sair, sentou-se no tapete vermelho da tribuna real e desrespeitou a bandeira inglesa. Também foram para as semifinais a Alemanha, que goleou o Uruguai por 4×0, a União Soviética, que derrotou a Hungria por 2×1, e Portugal, que superou a surpreendente Coreia do Norte por 5×3.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , ,
19/10/2009 - 12:37

HISTÓRIAS DAS COPAS 130

Compartilhe: Twitter

O Brasil foi eliminado ainda na primeira fase da Copa de 66 no grupo 3, que teve Portugal e Hungria classificados para as quartas de final. Na chave 1, avançaram Inglaterra e Uruguai. Alemanha Ocidental e Argentina ficaram com as vagas no grupo 2. A União Soviética liderou a chave 4, que teve a surpreendente Coreia do Norte classificada em segundo lugar.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , ,
18/10/2009 - 16:51

HISTÓRIAS DAS COPAS 129

Compartilhe: Twitter

Alf Ramsey era defensor da seleção inglesa e participou da vergonhosa derrota para os EUA na primeira Copa disputada pelos ingleses, em 1950. Já como treinador, assumiu a Inglaterra em 63 com o objetivo de modernizar o futebol inglês. Centralizou as convocações, deu preferências a jogadores trabalhadores e obedientes e mudou o esquema 4-2-4 para o 4-4-2. Depois de classificar o time no grupo 1 da Copa de 66 contra Uruguai, México e França, Ramsey comandou o English Team em vitórias sobre a Argentina nas quartas de final, Portugal na semifinal e a Alemanha Ocidental na decisão.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , ,
05/10/2009 - 16:02

HISTÓRIAS DAS COPAS 116

Compartilhe: Twitter

Livre de suspensão pela expulsão na semifinal, Garrincha teve que superar febre de 38 graus para entrar em campo na decisão da Copa de 62, no Chile, contra a Tchecoslováquia. A presença na final foi suficiente para que os adversários colocassem dois jogadores na marcação do craque. Masopust colocou os europeus em vantagem, mas Amarildo foi decisivo ao empatar o jogo e fazer o cruzamento para Zito virar o placar. Com um gol de Vavá, o Brasil venceu por 3×1 e conquistou o bicampeonato, igualando o Uruguai, vencedor do Mundial em 30 e 50, e a Itália, que havia levantado a taça em 34 e 28.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , , , , ,
19/09/2009 - 21:42

HISTÓRIAS DAS COPAS 101

Compartilhe: Twitter

A Copa do Mundo de 62, no Chile, não teve seleções asiáticas ou africanas, já que Marrocos e Coréia do Sul tiveram que jogar repescagem e perderam para os europeus Espanha e Iugoslávia. O México foi o único time da Concacaf a se classificar para o Mundial, depois de disputar a fase final contra Costa Rica e Antilhas Holandesas. Argentina, Uruguai e Colômbia entraram na competição como representantes da América do Sul. Da Europa, foram para a Copa avançaram times tradicionais como Itália, Alemanha Ocidental, Hungria e a campeã europeia União Soviética, além da Inglaterra, da Suíça, da Tchecoslováquia e da Bulgária.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
01/09/2009 - 16:44

HISTÓRIAS DAS COPAS 82

Compartilhe: Twitter

Além da classificação do Brasil, as eliminatórias da América do Sul para a Copa de 58, na Suécia, tiveram a surpreendente derrota do Uruguai por 5×0 para o Paraguai, que ficou com uma vaga. O outro time do continente no Mundial foi a Argentina, que se classificou com o time campeão da Copa América de 57, mas perdeu jogadores importantes como Maschio, Angelilo e Sivori, que foram negociados com clubes italianos e não puderam disputar o torneio.

Autor: - Categoria(s): Copa 2010, Histórias das Copas Tags: , , , , , , , , , , , ,
Voltar ao topo