Publicidade

Publicidade

27/09/2009 - 19:36

A ARTE DE EVITAR GOLS

Compartilhe: Twitter

Em um ótimo fim de semana para o líder Palmeiras na briga pelas primeiras posições do Brasileirão, os destaques não foram artilheiros. E não se deixe enganar pela primeira impressão sobre o título do post, também não vou tratar de goleiros. Os grandes nomes da 26a rodada foram um zagueiro e um volante que quase não entraram em campo.

O palmeirense Danilo dependia do pagamento de multa para o Atlético-PR, que o emprestou para o Palmeiras, e foi brilhante na vitória sobre o time paranaense por 2×1. Não só por participar dos dois gols, mas principalmente por um lance aos 37 minutos do segundo tempo. O Palmeiras tinha vantagem no placar e viu Paulo Baier se livrar o goleiro Marcos e bater para o gol. Danilo esticou o pé direito para garantir o resultado.

Richarlyson mal treinou durante a semana e chegou ao Morumbi como dúvida do São Paulo para o clássico contra o Corinthians. Não só entrou em campo, mas foi decisivo ao correr atrás de Ronaldo depois de uma falha aos 22 minutos da segunta etapa. Em velocidade, o volante foi preciso ao desarmar o craque corintiano, que já se preparava para marcar 2×0.

Assim é um campeonato equilibrado. Imagine só se os dois não entram em campo…

Autor: - Categoria(s): Brasileirão Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,
19/07/2009 - 19:01

O GOLAÇO DE CHICÃO

Compartilhe: Twitter

Como zagueiro limitado nos meus tempos de pelada, aprendi a admirar grandes defensores da história do futebol. Reconhecer a precisão no tempo de bola, louvar a seriedade nos momentos decisivos e o posicionamento impecável, além de invejar aqueles que sabem sair jogando com categoria e, eventualmente, até marcam seus golzinhos.

O corintiano Chicão se consolidou nas últimas temporadas como um dos bons homens de zaga do futebol brasileiro. Além de belos gols de falta e cobranças de pênaltis, o ex-jogador do Figueirense traduziu a seriedade demonstrada em campo em números impressionantes de aproveitamento do time com ele campo, especialmente ao lado de William.

Para confirmar a boa fase, o camisa 3 protagonizou um lance incrível no finalzinho da vitória do Corinthians sobre o Cruzeiro por 2×1. Chicão garantiu dois pontos para a equipe ao rebater de calcanhar, em cima de linha, uma cabeçada certeira de Thiago Ribeiro. Não foi enfeite, foi recurso. Um golaço de zagueiro.

Autor: - Categoria(s): Brasileirão Tags: , , , , , , , , ,
Voltar ao topo